VÍDEO: chuva rápida dá um alívio nos combates aos incêndios no Pantanal

Os incêndios destruíram uma área de 2.915.000 hectares no Pantanal

O analista ambiental do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) Alexandre Pereira enviou um vídeo de uma chuva rápida no Pantanal na região de Corumbá e Porto Murtinho. Não chove em Mato Grosso do Sul há mais de 50 dias.

“Hoje nossas brigadas em Corumbá estavam tentando identificar alguns incêndios na Estrada Parque e se depararam com

VÍDEO: chuva rápida dá um alívio nos combates aos incêndios no Pantanal
Divulgação, Ibama

uma pequena chuva, próximo da região do Passo do Lontra e as nossas brigadas indígenas na terra indígena Kadiwéu também registraram chuva dentro do território indígena. São chuvas pequenas, garoas, mas que já ajudam a aumentar a umidade relativa do ar, diminui a temperatura, ajuda a aumentar a umidade do solo também, isso faz com que os incêndios florestais diminuam, facilita o controle, o combate e a sua extinção”.

Além da região do Pantanal, também choveu na região sul de Mato Grosso do Sul. Segundo o meteorologista Natálio Abrahão Filho, choveu rápido em Ponta Porã e e m Laguna Carapã,  em um total de 3,5mm.

Pior seca dos últimos anos

Os incêndios que atingiram o Pantanal neste ano foram os maiores dos últimos anos. “Percebemos que os focos de incêndios bateram recordes a cada mês. Neste ano, o Pantanal não teve período de cheia, é a pior seca dos últimos 57 anos, que é quando começou a série histórica”, disse o tenente-coronel Waldemir Moreira Júnior. Ainda é setembro, mas o Pantanal superou o número de incêndios em relação aos anos anteriores: foram 15,8 mil focos de calor.

De acordo com o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) a onda de incêndios provocou um verdadeiro desastre ambiental no Bioma, do início do ano até o último domingo (13), estima-se que o fogo tenha destruído 2,9 milhões de hectares do Pantanal, sendo 1,1 milhão somente no estado do Mato Grosso do Sul.

Os incêndios destruíram uma área de 2.915.000 hectares no Pantanal. De acordo com os dados, foram 1.165.000 hectares do bioma destruídos em Mato Grosso do Sul. No Mato Grosso, o estrago foi ainda maior, 1.742.000 hectares queimados no Pantanal.

 

VÍDEO: chuva rápida dá um alívio nos combates aos incêndios no Pantanal
Mais notícias