VÍDEO: Arara-Canindé é resgatada ferida com linha chilena no Aero Rancho

Ave estava com linha enrolada na pata e sofreu ferimento em uma das asas

Uma Arara-Canindé foi resgatada na tarde do último sábado (23) com uma das asas feridas após ficar enroscada em uma linha chilena – utilizada ilegalmente para empinar pipas. O fato aconteceu no bairro Aero Rancho, onde moradores tem reclamado constantemente do uso da linha clandestina, que oferece risco de morte.

Segundo informações, uma equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) foi quem resgatou a pequena ave e levou para retirar a linha e fazer o tratamento na asa dela.

Já neste domingo (24), o fotógrafo Marcos Vinicius encontrou metros de linha chilena próximo a um ninho de Araras-Canindé, no bairro Silvia Regina. “Parei de tirar foto para recolher. Eu não tinha pegado ainda nessa linha é uma arma muito afiada. Tem que ter lei forte sobre essa linha, fiquei assustado de uma arma dessa na mão de jovens e crianças”, lamenta.

Também neste domingo, um morador denunciou para a reportagem a utilização da linha cerol para pipa também no bairro Aero Rancho. Ele contou que vem tendo problemas com as linhas que caem em sua residência e principalmente na cerca elétrica.

No dia 16 deste mês, um bebê de 1 ano e 8 meses cortou o braço, quando uma pipa com cerol acabou caindo dentro da casa da criança. A Guarda Municipal recebeu mais de 200 ligações em três dias de operação, e apreendeu cerca de 316 pipas com linha chilena na Capital. Além disso, mais de 589 pessoas foram abordadas e três levadas para delegacia pelo uso proibido de linha clandestina.

VÍDEO: Arara-Canindé é resgatada ferida com linha chilena no Aero Rancho
Mais notícias