Vendedores ambulantes denunciam arbitrariedade em fiscalizações em Antônio João

Município diz que usou diálogo e que fiscalizações são necessárias para evitar contágios relacionados ao coronavírus.

Um grupo de vendedores ambulantes denunciou a existência de arbitrariedades durante ações de fiscalização em Antônio João. Eles foram abordados por agentes de uma força tarefa formada por representantes das áreas da saúde, arrecadação tributária, departamento jurídico e Polícia Militar.

Segundo o secretário de Governo do município, Afrânio Marques, “a fiscalização é necessária em virtude da existência de um decreto municipal que impede este tipo de comércio durante o período de pandemia em Antônio João”.

Ele negou que tenha havido arbitrariedade que as abordagens foram feitas com base no diálogo. Entretanto, de acordo o site Terra de Heróis, um dos vendedores vindos de Minas Gerais reclamou dos procedimentos adotados pelas pessoas envolvidas na fiscalização.

Em virtude das fiscalizações sanitárias por conta da pandemia, a Prefeitura tem intensificado as ações no município. Segundo informações apuradas junto à prefeitura, na próxima semana serão instaladas barreiras de controle sanitário para impedir a propagação do coronavírus.

Vendedores ambulantes denunciam arbitrariedade em fiscalizações em Antônio João
Mais notícias