Triagem de passageiros: Aeroporto Internacional terá barreira sanitária contra coronavírus

Decreto do prefeito Marquinhos Trad prevê conferência da temperatura de passageiros e encaminhamento de casos suspeitos para a Sesau

Decreto assinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) e publicado em edição extraordinária do Diário Oficial de Campo Grande desta sexta-feira (27) institui uma barreira sanitária para triagem de passageiros no Aeroporto Internacional. A medida é mais uma da série de ações tomadas em meio à pandemia de coronavírus (Covid-19).

Conforme o decreto 14.420/2020, todos os viajantes e tripulações que chegarem ao aeroporto passarão por aferição de temperatura corporal. Aqueles que apresentarem estado febril vão ser encaminhados para o setor de triagem da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

Pessoas que apresentarem sintomas mais graves serão monitoradas e terão de cumprir quarentena domiciliar de 14 dias, de acordo com protocolo recomendado para prevenção e contenção da Covid-19.

“A barreira é uma medida de proteção à saúde da população. A outra alternativa, mais radical, o fechamento do aeroporto, é de alçada do governo federal”, explicou Marquinhos, sobre as razões de não se interditar o aeroporto. O prefeito havia decretado na terça-feira (24) o fechamento da estação rodoviária, impedindo a chegada ou partida de ônibus.

Punições

A barreira sanitária no aeroporto foi tomada após reunião, na manhã desta sexta-feira, com a promotora Filomena Fluminhan, da 32ª Promotoria de Justiça de Saúde Pública, que, conforme informações do Paço Municipal, considerou a medida positiva e necessária para preservar a saúde da população.

O decreto prevê punições administrativas e penais para quem se recusar a passar pela triagem, que será acompanhada por equipes da Secretaria Municipal de Saúde, Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Gestão Público) e Guarda Civil Metropolitana.

Triagem de passageiros: Aeroporto Internacional terá barreira sanitária contra coronavírus
Mais notícias