Preparado? Transmissão de aulas da rede estadual de MS pela TV começa na segunda

Estudantes precisam sintonizar os canais 11.2 e 11,3 (reprise) ou consultar conteúdo na íntegra no canal da SED no Youtube.

Começa na próxima segunda-feira (25) a transmissão pela das aulas da REE (Rede Estadual de Ensino), promovida pela SED (Secretaria de Estado de ). As transmissões foram anunciadas pelo na última segunda-feira (18), um dia antes das aulas da REE retornarem.

Segundo a SED, inicialmente, o sinal da transmissão será disponibilizado para os municípios de Bonito, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Ladário, Ponta Porã e Três Lagoas, que possuem quase 110 mil estudantes da Rede Estadual. Como as aulas serão norteadas pelo currículo de , todos os 360 mil estudantes de todas as redes, inclusive particular, poderão conferir as aulas, que serão exibidas pela Rede de Integração de Rádio e Televisão.

As aulas têm início às 7h da segunda-feira, no canal 11.2 (sinal digital) e serão reprisadas à tarde e à noite, com intervalos que contarão com mensagens gravadas pela equipe da SED, voltadas ao apoio no período de estudos.

Já a partir de terça-feira, o canal 11.3 também estará disponível com reprises da programação do dia anterior. Com isso, os estudantes poderão acompanhar a mesma grade de atividades em dois dias seguidos, caso seja necessário rever o conteúdo veiculado.

Como parte da iniciativa, as aulas também serão disponibilizadas no canal da Secretaria de Estado de no Youtube e estarão ao alcance dos alunos de todo o Estado. A SED também destacou que os alunos da REE também contarão com a exibição dos materiais de estudo pela Educativa, que será iniciada nas próximas semanas.

Neste caso, a grade de programação será a mesma adotada a partir de segunda-feira e atenderá – inicialmente – os estudantes de Campo Grande e Dourados, que contam com a recepção do sinal digital da emissora.

A SED (Secretaria de Estado de ) contratou a Rede MS Integração de Rádio e Televisão para transmitir aulas aos alunos da rede estadual de ensino por R$ 663.955,65. A contratação é sem licitação e será paga com recursos da própria secretaria.

Estudantes precisam ter rotina

As aulas televisionadas trazem preocupações sobre o ambiente onde as atividades escolares serão desempenhadas. Diferente das escolas, onde além do espaço pedagógico e rotinas, há monitoramento dos professores, as residências possuem muitas distrações.

Com isso, a necessidade de se reproduzir o ambiente escolar e minimizar as interferências ocasionadas numa casa, como barulhos, fluxo de pessoas e até mesmo uso de aparelhos eletrônicos como computadores e, principalmente, aparelhos de celular.

Para a psicopedagoga Glaucia Benini, a iniciativa de transmitir as aulas pela tv é ótima. Além de ter o apoio das ferramentas virtuais, elas mantêm o vínculo entre os alunos e as matérias. Benini reforça, porém, que o rendimento dos estudantes será melhor se assistir aulas televisionadas estiverem associadas a uma rotina de estudos.

“É importante ele manter uma rotina de estudo no mesmo horário em que ele era acostumado. Se ele estudava à tarde, as aulas devem ser assistidas à tarde. Se pela manhã, as aulas serão pela manhã. Isso ajuda a manter o foco e a concentração”, comenta. Segundo ela, até mesmo colocar o uniforme escolar reforça que a necessidade de disciplina em cumprir a rotina.

Clique AQUI para conferir as recomendações.

Preparado? Transmissão de aulas da rede estadual de MS pela TV começa na segunda
Mais notícias