Técnico de enfermagem morre aos 40 anos e é 17ª vítima do coronavírus na Saúde

É a sexta morte entre profissionais da enfermagem no estado

O coronavírus fez mais uma vítima em , o técnico de enfermagem Gilson Coelho, de 40 anos. Ele trabalhava no HUMAP ( Maria Aparecida Pedrossian) da UFMS (Universidade Federal de ) e se tornou a 17ª vítima da doença na área da saúde no estado. 

Natural de Corumbá, Gilson faleceu na manhã desta terça-feira (18) em Campo Grande. Ele atuou na área por nove anos e segundo o Coren-MS (Conselho Regional de Enfermagem de ), é a sexta morte registrada de um profissional da enfermagem no estado. 

“O Coren-MS presta seus sentimentos aos familiares e amigos e lamenta a perda precoce de Gilson, considerado um excelente profissional e ser humano muito admirado por quem o conheceu”, disse nota do Coren. 

O HU publicou uma nota de pesar pela morte do profissional. “Nosso reconhecimento e gratidão a esse grande profissional e a ser humano maravilhoso que combateu o bom combate. Aos familiares nossos sentimentos e que os corações sejam confortados pelo nosso Senhor. Gilson, sentiremos sua falta”.

Dados do portal Mais Saúde da SES (Secretaria de Estado de Saúde) apontam que já registrou 3.138 casos confirmados de entre profissionais da saúde. A cidade com mais casos em servidores da saúde é Campo Grande, com 1.879 casos. 

Técnico de enfermagem morre aos 40 anos e é 17ª vítima do coronavírus na Saúde
Mais notícias