Suspensão das aulas não deve mexer no calendário escolar, diz secretaria da SED

Férias dos professores não sofrem alteração por conta da suspensão

A suspensão das aulas entre os dias 23 de março e 6 de abril nas de Mato Grosso do Sul por conta do , o Covid-19, publicada por meio de decreto na tarde desta terça-feira (17), não deve mexer no calendário escolar conforme dito pela secretaria da (Secretaria de Estado de Educação), Maria Cecilia Amendola da Motta.

A secretária também afirmou que a suspensão não interfere diretamente nas férias dos professores que estão marcadas para julho. As atividades estarão sendo enviadas pelos professores para os alunos, mantendo-o ocupado e cumprindo o currículo escolar.

“Suspendendo as aulas presenciais, não mexe no calendário escolar, o aluno fica em casa com atividade dada pelos professores. Mesmo à distância, consigam cumprir o currículo, e é uma maneira legal que achamos”, disse a secretária durante entrevista coletiva.

Cecília explicou que durante o período de suspensão das aulas, as escolas permanecerão abertas, com direção e coordenação também trabalhando por conta das posses dos diretores, que por conta do , estarão sendo realizadas de maneira online.

Suspensão das aulas não deve mexer no calendário escolar, diz secretaria da SED
Mais notícias