SES articula com Ministério da Saúde tentativa de ampliar mais 60 leitos de UTI em MS

Governo abriu nesta segunda-feira (30) processo seletivo para contratação de profissionais da saúde.

A SES (), divulgou, nesta segunda-feira (30), que o secretário da pasta, Geraldo Resende, deve viajar para Brasília, no Distrito Federal, para articular a ampliação de mais 60 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), para tratar pacientes com coronavírus.

Conforme Resende, houve uma reunião com o secretário da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), José Mauro Filho, na , para abertura de 10 novos leitos de UTI.

“A abertura de novos leitos na Capital é fundamental para evitar o caos na saúde pública do Estado. Estamos trabalhando para que o Hospital Regional de possa receber mais 20 leitos de UTIs Covid. Também trabalhamos, junto com o município de Campo Grande, para abrir mais 20 leitos de UTIs Covid no , único da rede privada que apontou essa possibilidade, considerando que os demais já trabalham no limite de suas ocupações”, informou.

Caso a abertura dos novos leitos não seja aprovada, a medida alternativa será a realocação de pacientes da Capital para unidades de macrorregião do Estado.

“Estamos em contato permanente com os secretários municipais de Dourados, Ponta Porã, Naviraí, Três Lagoas e de todos os demais municípios, onde temos capacidades de leitos instalados. Caso seja necessário, poderemos fazer a realocação destes pacientes para algumas regiões do Estado”, disse.

Nos últimos 15 dias, os boletins epidemiológicos apontam novos 10.761 mil casos confirmados da doença. A taxa de internação também aumentou, sendo que no dia 11 de novembro, 206 leitos estavam ocupados, e hoje, o número dobrou para 450 pessoas internadas.

“Estamos em uma curva ascendente em progressão geométrica. A circulação viral está altíssima no Estado. Por isso, recomendamos que façam uso de máscara, higienização das mãos com álcool em gel e mantenham o distanciamento social”, explica a secretária-adjunta da SES, Crhistinne Maymone”.

Processo seletivo

Recentemente, Resende afirmou que está fora de questão a reinstalação do Hospital de Campanha. O Governo abriu hoje, um processo seletivo simplificado para contratação de 80 profissionais de saúde para o HR, sendo 60 médicos e 20 fisioterapeutas. A contratação é temporária com caráter excepcional visando o enfrentamento do no Estado com a instalação de vinte novos leitos de UTI no Hospital.

SES articula com Ministério da Saúde tentativa de ampliar mais 60 leitos de UTI em MS
Mais notícias