Semed mantém decisão de provas presenciais e nota mínima em processo seletivo de professores

ACP emitiu pedido de substituição de prova avaliativa por prova de títulos

A (Secretaria Municipal de Educação) informou, nesta quinta-feira (26), que manterá o calendário e a prova presencial no processo seletivo para contratação de professor auxiliar para autuar em escolas de Campo Grande.

A ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública) enviou um pedido para a prefeitura da Capital para substituir a prova objetiva por prova de títulos, por conta do aumento de casos de coronavírus.

De acordo com o ofício, o sindicato pede que a avalie o cenário da pandemia e o alto índice de contágio dos últimos dias. Além de solicitar a divulgação do valor da remuneração da vaga.

“Na impossibilidade, (que) seja feita a entrega do caderno de questões ao candidato, no término da prova; e seja reduzida para 5,0 a média de aprovação, tendo em vista a grande quantidade de conteúdo e o curto período para a realização do evento”, ressalta o documento.

A secretaria recebeu o ofício e informou, em nota, que irá manter a decisão da prova presenciai da seleção, conforme divulgado em edital e a nota mínima de aprovação.

“A prova será realizada obedecendo todos os critérios de biossegurança e a nota mínima é essencial para manter a qualidade na prestação do serviço ao alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino)”,finalizou.

A avaliação presencial será aplicada no dia 17 de dezembro, às 15h, e terá duração de duas horas. O local designado de cada candidato será divulgado no portal durante o período de inscrição.

Confira as regras do edital clicando aqui.

Semed mantém decisão de provas presenciais e nota mínima em processo seletivo de professores
Mais notícias