Semadur continua recebendo denúncias de terrenos sujos em Campo Grande

Donos dos terrenos podem ser multados em até R$ 9,6 mil

Reclamações de terrenos e imóveis sem limpeza, oferecendo risco de proliferação de doenças, continuam sendo recebidas pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) de Campo Grande, para que haja fiscalização.

Nesta segunda-feira (30), o Jornal Midiamax, recebeu denúncias a respeito de locais com acumulo resíduos descartados e o abandono por proprietários. Os vizinhos relataram o medo da proliferação de doenças como a dengue, zika e chikungunya.

Procurada pela reportagem, a Semadur informou que as atividades de fiscalização continuam normal e as denúncias devem ser feitas pelo 156 que funciona das 8h às 16h sem intervalo para almoço.

Uma vez denunciado, a situação é repassada para o setor que enviará equipe de vistoria no local.

A pasta ressalta que as vistorias continuam sendo feitas de forma rotineira nos bairros da Capital e quando um imóvel/ lote urbano é identificado sem limpeza e oferecendo risco para a população o proprietário é notificado.

A notificação é enviada via Correios por A.R. (Aviso de Recebimento), após o proprietário tem 15 dias úteis para o cumprimento da mesma. Após o prazo, um fiscal retorna ao local para nova vistoria.

Caso o proprietário não tenha cumprido com as exigências, ele é multado de acordo com o Código de Polícia Administrativa do Município Lei n. 2909, Artigo 18-A. O valor da multa varia entre R$ 2.414,50 e 9.658,00.

Semadur continua recebendo denúncias de terrenos sujos em Campo Grande
Mais notícias