Cotidiano

Sem ônibus, funcionários de shopping precisam voltar a pé para casa em Campo Grande

Como medida de enfrentamento ao coronavírus (covid-19) o transporte coletivo urbano de Campo Grande está funcionando em horário especial com encerramento das atividades às 21h30, mas para quem trabalha no Shopping Campo Grande o novo horário prejudicou a volta para casa. “Tem gente que não aguenta esperar e vai embora a pé. Além do horário […]

Ana Paula Chuva Publicado em 12/05/2020, às 10h22 - Atualizado em 13/05/2020, às 08h02

Fala Povo | Midiamax
Fala Povo | Midiamax - Fala Povo | Midiamax

Como medida de enfrentamento ao coronavírus (covid-19) o transporte coletivo urbano de Campo Grande está funcionando em horário especial com encerramento das atividades às 21h30, mas para quem trabalha no Shopping Campo Grande o novo horário prejudicou a volta para casa.

“Tem gente que não aguenta esperar e vai embora a pé. Além do horário restrito, o ônibus demora muito e quando vem é o micro-ônibus para esse tanto de gente esperando. A situação está bem difícil”, diz uma leitora que prefere não se identificar.

Segundo os relatos, alguns trabalhadores já foram assaltados e por isso há também o medo de ficar no local e ser vítima de crime. “Tem muita gente com medo de não conseguir chegar em casa. Já teve gente assaltada aqui. É uma total falta de respeito”, completa.

O estabelecimento comercial está fechando as portas às 20h, horário restrito durante a pandemia, mas muitos funcionários só conseguem sair do local após às 21h.

“Os ônibus param de rodar cedo e com limite de passageiros, muitos precisam ficar esperando no ponto. Quando a gente sai fica o ponto já está cheio e até que a gente consiga pegar o ônibus, isso se conseguir”, desabafa o vendedor Alex de Campos Gonçalves, 19 anos

O Jornal Midiamax entrou em contato com os responsáveis pelo transporte coletivo e aguarda retorno.

Fala Povo: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax