SED suspende atendimentos presenciais em escolas e casos urgentes precisarão de agendamento

Documento enviado às escolas também sugere escala de permanência

A SED (Secretaria de Estado de Educação) orientou na tarde da segunda-feira (23) a suspensão dos atendimentos presenciais nas unidades escolares da REE (Rede Estadual de Ensino) em todo o Estado.

Além de orientar a suspensão, o documento enviado às escolas também possui sugestões para a organização dos servidores durante o período de suspensão das atividades presenciais dos estudantes, iniciado nesta semana.

Oficializada no ultimo dia 17 e em vigor desde ontem, a suspensão das atividades presenciais é válida para todas as 352 unidades da Rede, entre os dias 23 de março e 06 de abril. A medida, contudo, não implica no fechamento das escolas e, para auxiliar os gestores na redução do fluxo de pessoas nas unidades, a SED enviou comunicado que orienta a suspensão do atendimento presencial ao público, “salvo as entregas de documentos que por ventura a comunidade venha requerer, devendo essa solicitação ser agendada previamente via e-mail ou telefone”.

Entre outras orientações, o documento sugere, ainda, que a direção faça uma escala de permanência, com um mínimo de servidores presentes para a manutenção dos serviços internos e também para o atendimento de possíveis solicitações encaminhadas à unidade escolar durante o período de suspensão das atividades presenciais. O comunicado também destaca que as escolas tenham, preferencialmente, profissionais que possuam acesso aos sistemas da SED.

SED suspende atendimentos presenciais em escolas e casos urgentes precisarão de agendamento
Mais notícias