Secretário descarta retorno de aulas presenciais nas escolas municipais de Dourados este ano

Segundo Upiran Jorge, realidade entre particulares e rede pública é bem diferente e adequação para volta ainda este ano, demanda  custos muito elevados

Apesar das discussões puxadas pelas escolas particulares de Mato Grosso do Sul e também pelo Governo do Estado, motivada ainda pelo discurso do presidente Jair Bolsonaro de incentivar o retorno das aulas presenciais, em Dourados essa possibilidade ainda está bem longe de acontecer na Reme (Rede Municipal de Ensino).

“Não existe perspectivas de retorno às aulas no momento nas escolas da rede municipal”, a afirmação enfática é do secretário municipal de Educação de Dourados, Upiran Jorge, durante conversa com a reportagem do Midiamax. Segundo ele, o que está sendo analisada é a liberação de aulas presenciais nas escolas particulares, mas que ainda está vedada por meio de decisão judicial.

Sobre uma eventual liberação das escolas particulares que já preparam planos de biossegurança e que pode deixar de fora as escolas da rede pública, principalmente as da rede municipal, segundo o secretário, passa pela existência de contextos opostos e realidades completamente diferentes.

“Nas nossas escolas todos os espaços já estão ocupados e qualquer medida no sentido de voltar com as aulas presenciais, teria que dividir as classes, de acordo com as orientações da OMS e da Fiocruz e na rede pública não dá para fazer isso”, explica Upiran.

No entendimento do secretário não dá para simplesmente pegar duas de 26 alunos e dividir em duas de 13. “Se isso acontecer, eu vou ficar dependendo de professor, dependendo de espaço e na nossa realidade eu não tenho nada disso”, pontuou o secretário.

Outro fator segundo Upiran é a quantidade de alunos e que qualquer adequação nesse sentido demandaria de custos muito elevados. “Tenho um público alvo perto de 28 mil alunos que estão distribuídos em 46 escolas municipais e 39 centros de educação infantil. É uma realidade bem diferente”, justifica.

Diante das dificuldades enfrentadas, o secretário municipal de Educação reitera que o único cenário possível nas escolas da Reme é a continuidade das aulas virtuais até a conclusão do ano letivo. “Não vejo outra alternativa e estamos preparados para esse desfecho. Além disso, nós temos tido um bom retorno dos nossos alunos em relação às atividades que estão sendo encaminhadas de forma remota”, explica Upiran.

Secretário descarta retorno de aulas presenciais nas escolas municipais de Dourados este ano
Mais notícias