Secretário de Fazenda pode ser caso suspeito de reinfecção por coronavírus em MS

Oficialmente, caso não está entre os investigados pela SES

O secretário de Fazenda, Felipe Mattos está com suspeita de coronavírus. O titular da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) pode ser mais um caso suspeito de reinfecção pela em , ele já havia sido contaminado em julho. A SES (Secretaria de Estado de Saúde) divulgou na terça-feira (17) que há seis casos suspeitos de reinfecção em investigação em MS, mas o secretário não estaria entre eles. 

A Sefaz confirmou que o secretário está com suspeita de , mas passa bem e está em casa, de rias. Em julho, o confirmou que Felipe Mattos testou positivo para coronavírus. Na época, ele não teve sintomas e ficou em isolamento por 14 dias. 

Como já havia sido infectado, o secretário pode ser um caso de reinfecção. Porém, oficialmente, a SES não contabiliza como um dos casos suspeitos de reinfecção em investigação.

ATUALIZAÇÃO: O secretário de Fazenda Felipe Mattos não estava com coronavírus e já retornou às atividades da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) nesta semana. Inicialmente, o Jornal Midiamax noticiou que o secretário poderia ser um caso suspeito de reinfecção de coronavírus, visto que estava com a suspeita da doença e já havia sido contaminado em julho. Porém, a informação foi retificada pela assessoria da pasta. 

Seis casos em investigação em MS

Seis casos de pacientes com suspeita de reinfecção pelo coronavírus estão sendo investigados em . Entre os casos, cinco são de pacientes de Campo Grande e um é de Coxim, a 253 km da Capital. Os casos foram encaminhados para o

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) explicou que, anteriormente, já havia notificado nove casos suspeitos de reinfecção. Porém, todos foram descartados pelo

“A definição de caso suspeito de reinfecção pelo vírus SARS-CoV-2 é o Indivíduo com dois resultados positivos pela metodologia de RT-PCR em tempo real para o vírus SARS-CoV-2, com intervalo igual ou superior a 90 dias (3 meses) entre os dois episódios de infecção respiratória, independente da condição clínica observada nos dois episódios”, explica a SES.

Secretário de Fazenda pode ser caso suspeito de reinfecção por coronavírus em MS
Mais notícias