Refugiados venezuelanos chegam a MS para trabalhar em frigorífico

Eles receberam ajuda de custo de R$ 300 e começam a trabalhar na segunda-feira com carteira assinada

Desembarcaram em Campo Grande nesta sexta-feira (23) o primeiro grupo de refugiados , que o trabalhar em na cidade de Sidrolândia. A partir de segunda-feira (26), eles já começam a trabalhar com carteira assinada.

De acordo com informações do Região News, os , vindos de , serão acomodados no Parque de Exposição Waldomiro João Comparim, onde foram improvisados alojamentos no pavilhão da Associação Empresarial.

Eles deverão permanecer alojados por 70 dias, onde tomarão café da manhã e farão refeições na própria sede da empresa. Os refugiados que vieram com as famílias para o Distrito de Quebra Coco, onde a empresa alugou casas para eles, já estão acomodados.

A empresa comprou colchões, utensílios domésticos e vai lançar uma campanha para obter doações de mais material. Cada refugiado recebeu R$ 300, como ajuda de custo até receberem o primeiro salário.

Refugiados venezuelanos chegam a MS para trabalhar em frigorífico
Mais notícias