Recapeamento de pista de exames do Detran-MS deve começar na próxima semana

Durante coletiva, Rudel Trindade também destacou ações para limpeza, verbas para reformas e destinação de veículos retidos nos pátios do departamento.

As obras de recapeamento da pista de exames práticos do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) devem ter início já na próxima semana, segundo detalhou o recém-empossado diretor-presidente do órgão, Rudel Espindola Trindade Junior, em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira (12).

Segundo Trindade, a empresa contratada pela licitação, pelo valor de R$ 320.427, ficará responsável pelo recapeamento tanto da pista de exames práticos como do Detranzinho, estrutura do órgão utilizada para ações voltadas à educação no trânsito. Ambas ficam em Campo Grande.

Recapeamento de pista de exames do Detran-MS deve começar na próxima semana
Ao centro, o novo diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade | Foto: Guilherme Cavalcante | Midiamax

As obras com início na próxima semana devem resolver reclamação recorrente de instrutores e de pessoas em processo de habilitação, que são as pistas esburacadas. Nas últimas semanas, a situação da pista foi relatada como insustentável, pois atrapalhava também o rendimento dos candidatos.

A sinalização interna do Detran-MS também foi alvo de reclamação. No complexo, localizado na MS-080, faixas de pedestres também estão apagadas em boa parte do percurso interno, assim como placas enferrujadas e tortas e meios-fios desbotados.

Limpeza e água

A solução de duas outras questões polêmicas envolvendo a sede do Detran-MS em Campo Grande foram anunciadas nesta quinta-feira. A primeira delas foi a implantação de uma conexão entre a sede e a rede pública de abastecimento d’água, que substituiu definitivamente o poço artesiano utilizado desde a década de 1970. A solução ocorreu logo após reportagens publicadas pelo Jornal Midiamax que apontaram contaminação na água do prédio por coliformes fecais e que o departamento já respondia processo administrativo movido pela Vigilância Sanitária do município.

Segundo Trindade, na última quarta-feira a extensão da rede que estava disponível apenas até a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) foi concluída e o Detran-MS pagará cerca de R$ 70 mil, divididos em 36 parcelas. O consumo d’água da rede pública deverá onerá os custos de manutenção do Detran-MS em mais R$ 32, referentes a cerca de 1,5 mil metros cúbicos.

A outra questão polêmica também abordada na coletiva foi o imbróglio envolvendo a limpeza da sede, que culminou nos próprios servidores tendo que garantir a assepsia das salas. Trindade apontou a situação como resolvida, em função da contratação de duas empresas por meio de licitação. Segundo o diretor-presidente, a expectativa é que em até 15 dias a situação esteja normalizada na sede e nas demais agências do Detran-MS.

Reformas e superlotação

Trindade também destacou que o Governo do Estado determinou R$ 20 milhões para os próximos dois anos a fim de garantir reformas tanto na sede como nas demais agências do Detran-MS nos outros 78 municípios do Estado.

O diretor-presidente também destacou que deverá intensificar a operação limpa-patio, estratégia adotada para leiloar veículos recolhidos que resultaram na superlotação dos pátios. “Esses veículos ficaram presos por anos, sendo alvo de furtos, acumulando água parada. Dos cerca de 50 mil veículos que estão conosco, 39 mil foram a leilão e 12 mil foram arrematados. Ainda restam 27 mil veículos que vamos ver formas de destiná-los, seja a sucatas, seja ao Poder Público, vamos estudar uma solução”, concluiu.

Recapeamento de pista de exames do Detran-MS deve começar na próxima semana
Mais notícias