Protesto de mães no CEM gera confusão e funcionários vão para a delegacia

Mães de crianças especiais teriam recebido 'ligação misteriosa' pedindo para comparecerem ao local

de mães de crianças especiais, na manhã desta quinta-feira (16), em frente ao CEM (Centro de Especialidades Médicas), foi parar na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. Funcionários se sentiram ofendidos e foram à delegacia registrar a ocorrência. Elas alegam que estão há 4 meses sem receber suprimentos da prefeitura como fraldas e potes de leite em pó.

O grupo que estava no local teria recebido uma ‘ligação misteriosa’ informando para comparecer ao CEM, que iriam receber esses suprimentos. Entretanto, ao chegar lá, forma informadas de que a situação ainda não estava resolvida.

Diante do tumulto, a Guarda Municipal foi acionada e deslocou 13 homens para atender a ocorrência. Conforme a Guarda, o deputado federal () estava incitando o movimentando, causando tumulto e filmando tudo. Um grupo foi levado para a delegacia de polícia.

A reportagem tentou contato por telefone e mensagem com o deputado, mas não obteve retorno. Este espaço segue aberto para esclarecimento.

Burocracia

A (Secretaria Municipal de Saúde) informou que são mais de 200 pacientes atendidas pelo programa e que os casos em atraso são devido às questões burocráticas.

Conforme a assessoria da , esse fornecimento é feito via processos judiciais, portanto, cada beneficiário é um processo e, por isso, os problemas dessas mães são pontuais e individuais.

Matéria editada às 10h19 para correção de informações // O deputado federal não compareceu à delegacia, como havia informado o Jornal Midiamax. 

Protesto de mães no CEM gera confusão e funcionários vão para a delegacia
Mais notícias