Município de Corumbá confirma primeira morte por dengue hemorrágica em 2020

SES informou que confirmação será feita apenas após laudo do Lacen

Foi confirmada pela secretaria Municipal de Saúde de Corumbá, a primeira vítima fatal de dengue hemorrágica no município a 444 quilômetros de Campo Grande, nesta quinta-feira (9). Mas a informação ainda não foi confirmada pela SES-MS (Secretária de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul) que aguarda resultado de exame no Lacen (Laboratório Central do Estado). 

De acordo com o site Diário Corumbaense, o paciente Lucian Andrade, 29 anos, foi internado no Hospital da Cassems e na terça-feira (7) foi transferido para a Santa Casa.

Na quarta-feira (8) o quadro de saúde se agravou e Lucian acabou vindo a óbito no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) na manhã desta quinta-feira.

O exame feito em laboratório particular confirmou o diagnóstico da dengue hemorrágica no dia 3 de janeiro, cujos sintomas iniciais são parecidos com a dengue clássica. Apenas após o terceiro dia surgem as hemorragias que agravam a saúde do paciente que pode morrer em pouco tempo.

Por outro lado, a SES-MS informou que o até o momento não há morte por dengue no Estado e que a confirmação do óbito pela doença só será feita após resultado de exame feito no Lacen e que caso será priorizado.

* Matéria alterada às 16h10 para acréscimo de informações. 

Município de Corumbá confirma primeira morte por dengue hemorrágica em 2020
Mais notícias