Preso com coronavírus expõe equipe policial e delegacia pode fechar de quarentena em cidade de MS

Todos os policiais devem passar por exame ainda nesta segunda-feira, 13

Ainda no domingo (12), a Delegacia de de Miranda, cidade que fica distante 203 quilômetros de Campo Grande, passou por desinfencção após um preso que ficou 8 dias na carceragem daquela unidade testar positivo para coronavírus. Toda equipe policial teria sido exposta ao vírus em contato com o detento.

Conforme as informações iniciais, o homem foi preso no dia 2 de fevereiro e permaneceu na cela da delegacia até o dia 9, quando foi levado ao hospital queixando-se de dores nas costas, sem sintomas de gripe. Ele foi medicado e teve alta, mas já na sexta-feira (10), deu entrada novamente na unidade com febre e dores de cabeça, sendo colocado em isolamento.

No domingo, o preso testou positivo para coronavírus e foi o primeiro caso confirmado em Miranda. A delegacia passou por desinfecção ainda no mesmo dia e o prefeito da cidade, Edson Moraes, afirmou na rede social que equipes fazem trabalho de rastreamento e isolamento das pessoas que tiveram contato com o paciente.

Em contato com o presidente do (Sindicato dos Policiais Civis de ), Giancarlo Miranda, ele afirmou que já foi feito pedido de medidas imediatas ao delegado-geral e também à Sejusp (Secretaria de Justiça e ). “Os servidores e policiais farão os exames ainda hoje para ver se podem continuar trabalhando ou não”, afirmou.

Preso com coronavírus expõe equipe policial e delegacia pode fechar de quarentena em cidade de MS
(Reprodução, Facebook)

Também foi feita recomendação para que todos permaneçam isolados até que saia o resultado. Aproximadamente 15 policiais atuam naquela unidade em Miranda e é investigado quantos tiveram contato com o preso e, desses, quantos tiveram contatos com outros policiais e outras pessoas do município.

“Queremos a segurança dos servidores”, afirmou Giancarlo. Sobre uma possível interdição da delegacia pela necessidade de um período de quarentena, há possibilidade de que isso ocorra. Em caso de policiais que testem positivo para o coronavírus, a medida possível seria realocar a delegacia em outro local e pedir que servidores de outra cidade atuem.

O preso que testou positivo já teria sido encaminhado a um hospital em Campo Grande e também foi feito pedido de transferência dos outros detentos, afirmou Giancarlo. A princípio, o Midiamax apurou que o detento é do Estado de São Paulo e teria sido preso ao chegar em Miranda, sendo que poderia ainda ter tido contato com várias outras pessoas.

O prefeito do município esclareceu que é feito rastreamento das pessoas com quem o preso teve contato e também isolamento. “Estamos neste momento, juntamente com a polícia civil e o Ministério Público, tomando todas as medidas e seguindo os protocolos para o enfrentamento do caso”, afirmou.

Também foi esclarecido que nenhum preso que teve contato com o paciente teve alvará de soltura neste período. Com este caso confirmado, chega a pelo menos 102 casos, sendo que este resultado não entrou no último boletim epidemiológico.

Preso com coronavírus expõe equipe policial e delegacia pode fechar de quarentena em cidade de MS
Mais notícias