Prefeitura revisa decreto e avalia liberar lanches para volta de cinemas em Campo Grande

Salas deverão reprisar sucessos, enquanto distribuidoras aguardam retorno de exibições em SP para retomar estreias no Brasil

A prefeitura de Campo Grande está avaliando se libera lanches dentro das salas de exibição para que os cinemas possam reabrir. Decreto municipal permite a volta das atividades do setor a partir desta segunda-feira (28), mas as três redes que operam na Capital não voltam sem a liberação.

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, as empresas solicitaram que a regra fosse revista. Em nota, a prefeitura informou que “a demanda do setor está sendo revista”. Por outro lado, , e aguardam a liberação do consumo dentro das salas para retornar às atividades. Segundo os cinemas, a proibição inviabiliza o funcionamento das empresas do setor.

Caso a prefeitura faça as alterações, os cinemas devem exibir filmes que estão nos projetores e alguns que as distribuidoras estão liberando. Os grandes lançamentos ficaram para 2021.

No Rio de Janeiro, as empresas conseguiram que a prefeitura liberasse os lanches dentro das salas e irão retornar com as exibições a partir de quinta-feira (1º).

O que diz a resolução da prefeitura

A prefeitura liberou o retorno das atividades com algumas restrições para evitar o coronavírus. Veja as regras:

  • Distanciamento de 1,5 mt do público em todas as direções (com exceção de pessoas que moram na mesma casa)
  • Não consumir alimentos dentro das salas (na área de lanchonete é permitido)
  • Uso de máscara durante todo o tempo de permanência
  • Realizar desinfecção das salas entre sessões, que devem ter intervalo maior entre uma e outra
  • Disponibilizar antisséptico na entrada ou interior das salas
Prefeitura revisa decreto e avalia liberar lanches para volta de cinemas em Campo Grande
Mais notícias