Prefeitura põe equipes na rua no feriadão para verificar se comércios cumprirão decretos sobre o coronavírus

Marquinhos Trad anunciou fiscalização a partir desta quinta-feira, ponto facultativo municipal, com duração até o domingo de Páscoa

Apesar da decretação de ponto facultativo pela Prefeitura de Campo Grande nesta quinta-feira (9), e do feriadão de Páscoa neste final de semana, equipe de cerca de 400 fiscais da administração municipal irá para as ruas a fim de fiscalizar se os comércios da cidade estão cumprindo os decretos de restrição a aglomerações para evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

“Amanhã é ponto facultativo para alguns e de trabalho para outros”, avisou o prefeito Marquinhos Trad (PSD), durante live em redes sociais na tarde desta quarta (8). “A Prefeitura Municipal de Campo Grande disponibilizou uma força-tarefa para fiscalização dos comércios, atacados, varejos, supermercados, casas lotéricas. Todos aqueles que estão autorizados à reabertura gradativa receberão visita amanhã dos quase 400 fiscais que a prefeitura tem mobilizado para orientar, para ajudar e, se necessário, notificar, multas e até fechar caso o proprietário do comércio não esteja cumprindo aquilo que o seu segmento combinou com a prefeitura”.

O prefeito reiterou que todas as reaberturas, por segmento, foram pactuadas com o município prevendo regras para evitar a disseminação do novo coronavírus, dentro do Plano de Contenção de Defesa Social.

“E, se não for honrado, tem consequências. E as consequências, repito, vão desde a orientação, dependendo da gravidade da infração, até mesmo do fechamento do seu comércio. Medida esta que não queremos tomar, mas que tomaremos caso você descumpra aquilo que combinou com a administração municipal”, advertiu.

Mais de 2 mil fiscalizações

A reabertura dos estabelecimentos comerciais teve início nesta semana, quando o transporte coletivo também voltou a circular com maior capacidade –antes restrito a profissionais de saúde, foi estendido aos funcionários e clientes das empresas que voltaram a operar, sendo que os cartões de idosos e dos estudantes seguem suspensos. Junto com essa retomada, a prefeitura colocou na rua equipes de fiscalização que percorreram as sete regiões urbanas de Campo Grande.

Na segunda-feira (6), segundo o prefeito, foram 1.050 fiscalizações. Na terça (7), chegaram a 1.179, e nesta quarta-feira os servidores voltaram às ruas –os números estão sendo finalizados. “E vai continuar na quinta, na sexta-feira, no sábado e no domingo, em um plantão rigoroso para preservar a saúde do campo-grandense”, frisou Marquinhos.

Também nesta quarta, Marquinhos anunciou a reabertura dos salões de beleza, mediante restrições de público, e antecipou negociação para que academias de ginástica voltem a funcionar. Ele ainda explicou como funcionaram as regras para que o Camelódromo reabrisse –que incluem autorização de abertura dos boxes em rodízio, conforme o número final das bancas e com espaçamento de três lojas entre cada uma que esteja aberta, no limite de 30% dos comércios e de 30 clientes por vez, com oferecimento de orientação e higienização.

As 53 feiras livres da cidade também foram liberadas, mas seguindo plano de biossegurança com limite de barracas, funcionamento autorizado das 6h às 12h e das 16h às 22h e “acesso controlado por cada responsável por sua região”, finalizou.

Prefeitura põe equipes na rua no feriadão para verificar se comércios cumprirão decretos sobre o coronavírus
Mais notícias