Cotidiano

Campo Grande libera até 7 passageiros em pé e torna máscaras obrigatórias nos ônibus

Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) informou nesta terça-feira (28) que vai liberar, com publicação de decreto, o transporte de passageiros em pé no transporte coletivo da cidade respeitando distância social de 1,5 metro e com uso obrigatório de máscaras a partir da próxima segunda-feira, 4 de maio. O decreto com as regras ainda […]

Evelin Cáceres Publicado em 28/04/2020, às 12h29 - Atualizado em 29/04/2020, às 09h02

Foto: Leonardo de França | Midiamax
Foto: Leonardo de França | Midiamax - Foto: Leonardo de França | Midiamax

Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) informou nesta terça-feira (28) que vai liberar, com publicação de decreto, o transporte de passageiros em pé no transporte coletivo da cidade respeitando distância social de 1,5 metro e com uso obrigatório de máscaras a partir da próxima segunda-feira, 4 de maio. O decreto com as regras ainda vai ser publicado em Diário Oficial.

Marquinhos explicou que foi feito um estudo pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) limitando o uso de passageiros em pé que poderia respeitar a distância de 1,5 metro dependendo do ônibus colocado nas linhas pelo Consórcio Guaicurus, seja o microônibus, o médio ou o alongado.

Os números devem ser divulgados quando o decreto for publicado. Diretor-presidente da Agetran, Janine Lima explicou ainda sobre a integração realizada pelo cartão-cidadão. “Somente não está realizando duas integrações com uma passagem o cartão ao portador, que é um só”.

Em dias normais, segundo Janine, são transportados cerca de 230 mil passageiros ao dia com 100% da frota operando. Atualmente, com a pandemia do novo coronavírus e recomendação mundial de restrição de movimentação pelas cidades, a não ser para realização de atividades essenciais, são cerca de 25% os transportados, cerca de 62 mil passageiros por dia e 67% da frota operando.

Jornal Midiamax