Prefeitura estende home office para servidores do grupo de risco e os demais voltam à jornada presencial

Teletrabalho vale de 25 de maio até 9 de junho, segundo documento divulgado nesta quinta-feira

Decreto da Prefeitura de Campo Grande autoriza a extensão do home office de 25 de maio até 9 de junho para servidores que se enquadram no grupo de risco do coronavírus (Covid-19). Os demais voltarão à rotina presencial de trabalho, de acordo com o Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (21).

A íntegra do documento pode ser conferida clicando aqui, a partir da página 1.

Se encaixam no teletrabalho funcionários com doenças crônicas cardiovasculares ou pulmonares, quem tem imunodeficiência de qualquer espécie, transplantados, maiores de 60 anos, gestantes ou lactantes, e os que apresentem os sintomas da doença.

“Os demais servidores que não se enquadram em um ou mais dos incisos do artigo primeiro deverão cumprir jornada normal de trabalho”, aponta o artigo 4º do decreto.

Os que permanecerão em casa devem manter-se disponíveis e acessíveis durante todo o horário de sua jornada, pelos meios de comunicação já usados. Pelo computador pessoal, deverão cumprir as atividades diárias, entre outras exigências previstas no decreto.

Prefeitura estende home office para servidores do grupo de risco e os demais voltam à jornada presencial
Mais notícias