Prefeitura anuncia construção de novo acesso para as Moreninhas

Serão investidos R$ 2,5 milhões em 13 quilômetros de avenida de pista dupla

Com população de 70 mil habitantes, os moradores das Moreninhas em breve terão novo acesso para chegar até o bairro em Campo Grande. A Prefeitura Municipal anunciou que a região receberá obra de novo acesso com 13 quilômetros com pista dupla e duas pontes de concreto armado.

Serão investidos R$ 2,5 milhões e, para que obra comece, um trecho de 2 km da Avenida Rita Vieira, precisa ser terminada, já tem pista pavimentada até a altura do cruzamento com a Avenida Frida Puxian (prolongamento da Victor Meirelles).

A obra será retomada tão logo a Águas Guariroba refaça 700 metros de uma adutora do Lajeado que fica no traçado da via. A concessionária já providenciou a aquisição do material necessário.

O prefeito Marquinhos Trad lembra que a conclusão deste primeiro trecho do acesso às Moreninhas vai criar uma alternativa de acesso aos bairros Universitário, Santa Eugênia, Jardim Itamaracá, Rouxinóis e também à estação rodoviária, passando pela Avenida Victor Meirelles, via  com recapeamento programado para este ano.

Esta nova rota vai desafogar principalmente a Avenida Gury Marques, além de retirar parte do tráfego que atravessa uma região tipicamente residencial, o conjunto Coopharádio,  para chegar nesta região.

Novo acesso

O prolongamento da Avenida Rita Vieira até a Guaicurus integra o Complexo Bálsamo, que nesta etapa prevê também o investimento de R$ 9,5 milhões para concluir uma via ( que acompanha o traçado dos antigos trilhos da Rede Ferroviária Federal) até o viaduto do macro anel.

A obra também será retomada e quando estiver pronta, servirá de acesso à estação rodoviária para os ônibus intermunicipais que chegam a cidade pelas BR-163, 262 e MS-040 e hoje circulam pelo centro da cidade.

Parceria

A contrapartida da Prefeitura será  retomar e concluir ainda neste ano a primeira etapa do novo acesso, entre as avenidas Interlagos (no Bairro Rita Vieira) e Guaicurus (região do Jardim Itamaracá). O Estado vai implantar o trecho final de 10 quilômetros, a  partir da Avenida Guaicurus. Só depois que a  Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) desenvolver o projeto executivo, é que se terá o custo da obra.

Mais notícias