Cotidiano

Prefeito que furou quarentena na fronteira é transferido  para destacamento em Concepcion

O prefeito  de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo foi transferido  no final da manhã desta segunda-feira (11) para cidade de Concepcion. Ele irá cumprir 14 dias de quarentena em destacamento militar da cidade, por ter violado as regras sanitárias em vigor no Paraguai em virtude da pandemia. Inicialmente o intendente de Pedro Juan Caballero […]

Marcos Morandi Publicado em 11/05/2020, às 15h02 - Atualizado às 15h42

Prefeito é levado para Concepcion. (Fot: ABC Color)
Prefeito é levado para Concepcion. (Fot: ABC Color) - Prefeito é levado para Concepcion. (Fot: ABC Color)

O prefeito  de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo foi transferido  no final da manhã desta segunda-feira (11) para cidade de Concepcion. Ele irá cumprir 14 dias de quarentena em destacamento militar da cidade, por ter violado as regras sanitárias em vigor no Paraguai em virtude da pandemia.

Inicialmente o intendente de Pedro Juan Caballero iria ficar de quarentena em regime domiciliar em sua própria residência, mas Justiça paraguaia decidiu voltar atrás na decisão anterior.

Segundo as autoridades da Justiça paraguaia, o prefeito desobedeceu as normas sanitária e cruzou, por conta própria, a Linha Internacional. Segundo informações ele teria passado o dia no Brasil  acompanhando a esposa na casa da sogra dele em virtude do Dia das Mães.

Acevedo teve a prisão preventiva solicitada depois que imagens dele discutindo com um integrante do Exército que fiscaliza fronteira entre o Brasil e o Paraguai viralizaram na internet causando revolta na população paraguaia que está cumprindo as medidas sanitárias impostas pelo decreto presidencial em vigor no país para impedir a propagação do covid 19.

Segundo a Justiça paraguaia, a transferência foi decidida após consulta ao médicoe diretor da Décima Terceira Região Sanitária, Nelson Collar que alegou que em Pedro Juan Caballero não existe abrigo suficiente que a pandemia na cidade ainda não está totalmente controlada.

“Entregamos a nota ao Ministério Público com as informações relacionadas ao protocolo de saúde. Ele vai ficar em quarentena em um hotel sob controle epidemiológico da região da saúde”, afirmou  Collar ao ABC Color.

Jornal Midiamax