Prefeito ‘fecha’ cidade e impõe restrição domiciliar a viajantes contra o coronavírus

Medida tem como objetivo reduzir riscos de contaminação

Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira (23), via Live no Facebook, o prefeito Waldeli dos Santos Rosa, de Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande, anunciou o fechamento do município a partir da zero hora desta terça-feira (24). A medida tem como objetivo minimizar o risco de contaminação pelo coronavírus (Covid-19).

A decisão consta em medida provisória editada no domingo, que declara situação de calamidade pública e limita o acesso de pessoas no território do município. O prazo inicial é de 30 dias. “Conversamos com as entidades, lideranças e abrimos uma enquete para população participar, mais de 90% da sociedade concordou com a decisão, por isso, editei a medida provisória. São medidas drásticas, porém necessárias neste momento”, disse.

As forças de segurança vão fazer o controle de quem entra e de quem sai da cidade, porém, não haverá restrição a quem vive na zona rural. Nesta primeira semana, o trabalho de fiscalização será flexível e em caráter de orientação a moradores, visitantes e representantes de empresas que atuam na cidade. “Depois, vai ficar mais rígido o controle e só vai entrar pessoas em caso de necessidade comprovada”, pontuou. 

Além disso, a norma impõe medidas de restrição domiciliar para pessoas que retornem de viagens de locais onde há confirmação de infecção pelo coronavírus, e estabelece ainda o dever de notificar às autoridades de saúde. Assim como serviços essenciais, atividades econômicas em execução como usinas e obras rodoviárias e outras não serão afetadas, desde que mantenham cautelas e sigam as orientações das autoridades sanitárias. O decreto completo pode ser acessado neste link.

Toque de recolher

Na cidade vizinha de Chapadão do Sul, o prefeito João Carlos Krug se reuniu pela manhã com secretários e autoridades do município, ocasião em que decidiram para implantação de toque de recolher. A medida deve ser anunciada em decreto ainda nesta segunda-feira, mas já foram adiantados alguns pontos como: o horário será das 20 horas às 5 horas; haverá restrições no atendimento dos comércios, fechamento de bares e casas noturnas, entre outras.

 

 

 

Mais notícias