População se comporta como se pandemia tivesse acabado em MS, critica Saúde

"O que se apresentou no fim de semana, mostra que nossa gente não tem contribuído", disse Resende sobre aglomeração em cidades turísticas

Feriado prolongado e cidades turísticas lotadas com bastante aglomeração em Mato Grosso do Sul. A pandemia não acabou nem de longe e as pessoas se comportam como se já tivesse passado, disse o secretário estadual de Saúde, , ao apresentar o boletim epidemiológico nesta segunda-feira (7).

Segundo Resende, imagens de aglomerações foram encaminhadas à secretaria, de pessoas se comportando como se tudo estivesse normal. “A pandemia não passou em nenhum lugar no mundo, os números continuam amplos em Mato Grosso do Sul”.

Houve uma desaceleração no número de casos, conforme Resende, mas a pandemia só acaba quando a vacina chegar. “Estamos torcendo para que isso aconteça brevemente, em janeiro é possível que já tenhamos a vacina, mas até lá, o melhor remédio é evitar aglomeração e ficar em casa”.

Ainda segundo o secretário, os Estados se preparam logisticamente para aplicação de vacinas, primeiramente, nos grupos de risco. “O que se apresentou no fim de semana, mostra que nossa gente não tem contribuído”.

Ele ainda faz um apelo. “Gostaria de pedir para aqueles que amam a vida dos amigos e familiares, nos ajudem nisso, só saiam de casa se for preciso, use a máscara para onde for, inclusive junto com a família e mantenha a regra de higiene. Só  assim pra diminuir o número de casos”.

População se comporta como se pandemia tivesse acabado em MS, critica Saúde
Mais notícias