Pedidos de seguro-desemprego caem 70% em três meses em Campo Grande

Outro número positivo foi alta de 271% no n úmero de vagas ofertadas pela Funsat

O número de trabalhadores que deram entrada no pedido de seguro-desemprego em Campo Grande caiu 70% entre os meses de abril e julho deste ano.

Segundo dados divulgados nesta segunda-feira (10) pela (Fundação Social do Trabalho), em abril foram 2.361 pedidos contra 700 em julho. A queda é de 70% e foi gradativa, caindo para 1.171 em m aio e 933 em junho.

Conforme análise feita pela Coordenadoria de Vagas e Empregos e do Observatório do Mercado de Trabalho da , dois fatores foram os que mais contribuíram para o resultado.  O crescimento da adesão de empresas ao Programa Benefício Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm) e o aumento da quantidade de contratações.

A diminuição gradativa no número de demissões mostra uma reação positiva do mercado de trabalho. Apesar do mês de junho ainda ter tido saldo negativo em Campo Grande, com perda de 346 postos de trabalho, a expectativa é que julho tenha resultado melhor, conforme observado pelos números de vagas divulgadas pela .

Vagas de emprego

Assim, o balanço da mostra, ainda, que houve alta de 271% no número de vagas ofertadas no período. Foram apenas 161 oportunidades no mês de abril, subindo para 268 em maio e 364 em junho. Já no mês passado, foram 598 vagas de emprego.

Também, o número de pessoas colocadas no mercado de trabalho aumentou quatro vezes. Passou de 31 profissionais admitidos via encaminhamento da em abril, para 98 em maio, 90 em junho e, por fim, 168 em julho.

Como encontrar as vagas

A divulga diariamente vagas de emprego, que estão disponíveis no site, redes sociais e através do aplicativo Sine Fácil (gratuitamente para Android e IOS). É importante ressaltar que, se o candidato não possuir cadastro, é necessário que ele compareça na sede do órgão localizado na Rua 14 de Julho, 992. O horário especial de atendimento é das 07h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira.

Pedidos de seguro-desemprego caem 70% em três meses em Campo Grande
Mais notícias