Pastor que elogiou cloroquina para tratar covid-19 está no CTI em Campo Grande

Pastor está em estado grave e pode ser intubado; igreja pede orações

O pastor Gladiston Amorim, ou pastor Dinho, da igreja Ministério Atos de Justiça, está internado em estado grave no CTI (Centro de Terapia Intensiva) em Campo Grande. Ele foi internado na noite de segunda-feira (24) e pode chegar a ser intubado, por isso a igreja pede orações aos fiéis. O pastor publicou vídeos nesta semana em que falava sobre o tratamento precoce para coronavírus com a

Em um vídeo, publicado nas redes sociais, o pastor explica que estava sendo acompanhado por um infectologista de um hospital de referência em . Ele explica que começou o tratamento precoce com ivermectina, hidroxi e azitromicina desde o primeiro dia que teve febre. 

“Mídia tem gerado polarização ideológica e mortes gerando pânico na população, insiste em isolamento e negacionista em tratamento precoce desinformando e prestando desserviço à sociedade. Não desejo ofender ninguém, mas não tenho compromisso em ser politicamente correto, tenho compromisso com a verdade”, afirma o pastor no vídeo, mesmo não existindo comprovação científica, muito menos tratamento precoce para o novo coronavírus, como defende a comunidade científica de todos os países que mantém pesquisas sobre a doença no mundo.

No vídeo publicado há três dias, o pastor explicou que teve vários sintomas, como dores no corpo, febre, vômito, diarreia e falta de apetite. Ele disse que estava melhor, mas que ainda não estava sarando. “Eu descobri que na verdade, não estou sarando. Eu faço parte de 20% dos casos que evoluem para agravamento na segunda fase. Meu médico sabe que doença é enganosa, mandou fazer vários exames”, diz.

O pastor também criticou médicos que não prescrevem o kit coronavírus para os pacientes logo no início da doença. “O ‘toma dipirona e fica em casa’ é uma estupidez. Essa doença tem tratamento e medicação certa, que precisa ser ministrada na hora certa. Prefeito disponibilizou kit, mas parte dos médicos se nega a prescrever medicação”, reclamou.

Pastor que elogiou cloroquina para tratar covid-19 está no CTI em Campo Grande
Mais notícias