Particulares de Campo Grande podem retomar aulas presenciais do Ensino Médio dia 19

Sesau disse que provavelmente aulas do ensino público não retornam em 2020

As aulas no ensino médio das escolas particulares de Campo Grande devem retornar presencialmente a partir do dia 19. A definição foi feita em reunião realizada na Procuradoria-Geral do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) nesta quinta-feira (1).

Conforme o secretário de saúde do Município, José Mauro Filho, o prefeito seria a favor do retorno das aulas nas escolas particulares, mas que tudo dependerá da taxa de ocupação dos leitos da Capital.

“Ainda falta avaliar a taxa de ocupação das salas, que ainda deverá ser deliberado. É necessário dar uma retaguarda para quem está no ensino a distância e está tendo dificuldades [estudando em casa]”, disse.

Ainda segundo Mauro Filho, ainda não há previsão de retorno das aulas presenciais do ensino público, que deve encerrar o ano com o ensino à distância.  “Não se trata de um posicionamento engessado, é preciso ter cautela”, pontuou o secretário.

Segundo ele, a Vigilância Sanitária já fiscalizou algumas escolas que retornaram as atividades presenciais mês passado e 17 teriam apresentado irregularidade. No entanto, instituições já teriam solucionado problemas.

Escolas pedem maior capacidade

A Promotora de Justiça Vera Aparecida Cardoso Bogalho Frost Vieira, as instituições que representam as escolas particulares da Capital solicitaram o aumento na capacidade dentro das salas de aula.

Atualmente é permitido 30%, mas as escolas estariam solicitando 50% do total de alunos, respeitando o distanciamento de 1,5 metro dentro das salas. A solicitação seria encaminhada para a prefeitura.

A Promotora Filomena Aparecida Depolito Fluminhan, disse que um dos principais critérios para o retorno das aulas presenciais no ensino médio é a taxa de ocupação nos leitos adulto/SUS/UTI na cidade. “Antes existia uma defasagem. Antes era 116 leitos e hoje são 312”, disse. Hoje, a taxa de ocupação é de 72%.

2 mil alunos pretendem retornar às salas de aula

Uma pesquisa teria sido realizada com os mais de 4 mil alunos do ensino médio das escolas particulares, onde 2,1 mil afirmaram que gostariam de retornar às aulas presenciais.

A presidente do Sinepe (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de MS), Maria Glória, em Campo Grande, existem 44 escolas que vão do ensino infantil ao médio e apenas oito instituições oferecem apenas ensino médio.

No entanto, existem mais escolas que atendem apenas o ensino fundamental. Da escola infantil, 103 protocolaram um termo de compromisso de retornar às aulas presenciais, dessas, 62 já voltaram. Todas contam com plano de biossegurança, pontuou a presidente do sindicato.

Também como forma de avaliar o retorno do ensino médio, seria a aproximação dos vestibulares e ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

Particulares de Campo Grande podem retomar aulas presenciais do Ensino Médio dia 19
Mais notícias