Para ajudar Santa Casa, HU e Hospital do Pênfigo passam a atender cirurgias ortopédicas

Regional também irá ampliar atendimento para pacientes sem sintomas de coronavírus

Com o colapso nos setores de ortopedia e UTI (Unidade de Terapia Intensiva), com pacientes acamados em corredores da Santa Casa, após reunião o Ministério Público de Mato Grosso do Sul, o Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian e Pênfigo passam a atender cirurgia ortoépicas a partir da semana que vem.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), informou que para reduzir o número de encaminhamentos ao maior hospital público do Estado, a SES (Secretaria Estadual de Saúde), se prontificou a ajudar na distribuição dos atendimentos de emergência.

“A partir da semana que vem o HU passa a realizar cirurgias ortopédicas infantis, abre 20 leitos de clínica cirúrgica, o HR ampliará o atendimento a pacientes não covid-19 e a partir do dia 1º o pênfigo inicia cirurgias ortopédicas e no dia 3 abrirá 20 leitos de clínica médica”, informou em nota.

Na quinta-feira (22), a direção da unidade convocou autoridades para mostrar a realidade que o hospital passa nos últimos meses com a superlotação de vários setores, atraso de repasses e salário de profissionais.

A Santa Casa informou que não tem mais capacidade de receber pacientes pelo central de regulação do vaga-zero, com risco de morte de pessoas que chegam no local e não tem leitos.

Com a pandemia de coronavírus, a unidade passou a atender toda demanda de pessoas sem sintomas da doença, o que facilitou a superlotação.

Para ajudar Santa Casa, HU e Hospital do Pênfigo passam a atender cirurgias ortopédicas
Mais notícias