Papai Noel dos Correios: saiba como adotar uma cartinha neste ano

A adoção acontecerá de forma virtual, evitando as aglomerações

Quer adotar uma cartinha do dos correios e não sabe como? Confira como é para ajudar as crianças neste ano em que tudo está diferente. As cartinhas são digitais e toda a campanha está adaptada para que um dos maiores projetos sociais do Brasil seja realizado com segurança.

Para quem deseja enviar uma carta ao “Bom Velhinho” deve fazer o cadastro pelo próprio blog da campanha e assim, já estará disponível para que os ajudantes do Noel possam acolher uma criança.

No blog, as cartinhas feitas por crianças de escolas públicas, creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos, independentemente da idade, matriculadas do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, estarão disponíveis e esperando a adoção.

Para quem deseja adotar, basta clicar em “Seja você Noel” e seguir os próximos passos indicados pelo blog. As cartinhas serão disponibilizadas, de acordo com a localidade informada e lá também terá sugestão de locais para entrega dos presentes.

Cada padrinho ou madrinha consegue adotar até 25 pedidos. Quando tudo estiver finalizado, aparecerão as etiquetas com os códigos das cartinhas que foram selecionadas, para que sejam coladas nos pacotes de cada presente, antes de entregá-los.

As entregas devem ser feitas nos pontos indicados, sempre seguindo todo os protocolos de segurança (uso de máscara e distanciamento) evitando aglomerações.

Para cada estado o blog disponibilizará as informações sobre datas, locais e horários de funcionamento dos pontos de entrega. Você pode conferir o passo a passo no canal oficial dos , no YouTube.

As cartas

As crianças costumam variar seus pedidos como: bolas, bonecas, calçados e até materiais escolares. Esta campanha realizada pelos correios já se tornou tradição e a estatal coloca sua experiência em logística e a força de seus colaboradores para conseguir atender às expectativas desses meninos e meninas.

A campanha foi criada para estimular as crianças a escreverem castas e também para retomar o verdadeiro valor natalino: solidariedade e esperança.

Mas o correio é apenas um mediador, a participação voluntária dos brasileiros é o que gera esta grande corrente do bem para atender, dentro do possível, aos pedidos daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Para quem deseja mais informações sobre a campanha dos , acesse as redes sociais da empresa.

Papai Noel dos Correios: saiba como adotar uma cartinha neste ano
Mais notícias