Boa notícia: Paciente de 99 anos vence coronavírus e deixa hospital em MS

Em situação de rua, homem apresentou documento apontando nascimento em 1921; ele foi levado para a Casa de Passagem de Coxim

Em meados de maio, Guittierre Fernandes deu entrada no Hospital Regional de Coxim –a 260 km de Campo Grande– com sintomas do novo coronavírus (Covid-19). Apontado como pessoa em situação de rua, o “andarilho”, que anos antes já havia passado pela cidade, surpreendeu ao apresentar documentos oficiais que lhe conferiam 99 anos de vida. E, neste sábado (31), tornou-se o paciente mais velho curado da doença no Estado.

Guittierre deixou a unidade de Saúde coxinense e foi levado para a Casa de Passagem, mantida pela Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social de Coxim. “Ele foi o paciente com maior idade, mas evoluiu super bem desde o início do tratamento e teve alta, curado do coronavírus”, narrou a infectologista Camila Bravo, do HR do município, em vídeo no qual é mostrada a alta do paciente. A médica disse que o paciente chegou à unidade há 14 dias com sintomas respiratórios e diarreia. Exame de tomografia computadorizada revelou a doença em estágio avançado nos pulmões, e o exame de Covid-19 reforçou o diagnóstico.

“Ele ficou internado ao longo de todo o tratamento com antibiótico, antiparasitários e corticoides, não fez uso de cloroquina por conta da maior idade e da hipertensão, que são contraindicações”, reforçou.

 

O paciente fala espanhol, é lúcido e, conforme informações repassadas à reportagem pela assessoria da administração municipal, tem CPF desde o fim da década passada e documento do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que confirma o nascimento em 1921. Guitterre ainda afirma ter sido combatente da Segunda Guerra Mundial. Ele chegou à cidade se apresentando como andarilho e narrando passagens por diferentes locais da região Norte –Rondônia e Acre e passagem pelo Rio Amazonas. Seu desejo seria seguir para Macapá (AP), onde alegou ter parentes. Ao longo da semana ele será encaminhado para o vínculo familiar.

É a segunda passagem do paciente por Coxim: há cerca de 2 anos ele havia passado pela cidade e se hospedado em um hotel. Agora, teria chegado de São Paulo e seguia para Mato Grosso. A equipe de Saúde do município realiza estudos para identificar o local onde Guitterre teria se contaminado com a Covid-19.

Até este domingo, Coxim registrou 7 casos positivos de coronavírus. A cidade é referência para municípios da região norte no tratamento para a doença. Em Mato Grosso do Sul, são 1.489 casos confirmados e 20 mortes.

Boa notícia: Paciente de 99 anos vence coronavírus e deixa hospital em MS
Mais notícias