Consórcio Guaicurus tem mais 46 multas arquivadas; Agetran sonega informações

Só em janeiro já foram 62 infrações perdoadas pela Agetran

Foram publicados, nesta terça-feira (14), os resultados dos últimos recursos de infrações de trânsito do . De acordo com a publicação do Diário Oficial de Campo Grande todos os 46 recursos foram aprovados, ou seja, as infrações foram arquivadas. O Jornal Midiamax tenta, há vários meses, mais detalhes da (Agência Municipal de Trânsito) sobre a quantidade de multas perdoadas, mas até hoje nenhum questionamento foi respondido.

Os recursos de infrações de trânsito foram julgadas como procedente pela Jarit (Junta Administrativa de Recursos de Infrações de Transportes) e (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). Com a aprovação desses recursos, que foram solicitados por parte do , os autos de infração serão arquivados e nenhuma medida punitiva será tomada.

No dia 3 de janeiro outras 26 infrações já haviam sido arquivadas. Na mesma publicação também foi divulgado o julgamento de 20 novos recursos em relação aos processos de infração contra o .

O julgamento, que é feito pela Jarit e , acontece nesta terça-feira (14) a partir das 17h. Serão julgados recursos referentes à infrações de descumprimento do horário de viagem conforme estabelecido nas ordens de Serviço por linha, acima da tolerância permitida, falta de legendas obrigatórias e alteração das cores aprovadas nos veículos.

Silêncio

A reportagem já encaminhou, oficialmente via email para a assessoria de imprensa do município, vários pedidos para mais detalhes sobre as multas perdoadas. Os primeiros pedidos de informação foram encaminhados à e também à Agereg, agência que gerencia as concessões do município, em junho do ano passado.

O último pedido, feito com base na Lei de Acesso à Informação, foi encaminhado tanto ao município quanto ao em 4 de dezembro passado. Na época, a reportagem questionou sobre a quantidade de multas aplicadas nos últimos anos, quantas delas foram perdoadas e quais efetivamente se transformaram em cobrança ao Consórcio.

A Lei 12.527/2011 prevê que a resposta dos órgãos públicos à imprensa deve ser feita no prazo de 20 dias, que pode ser prorrogado por mais 10 dias se houver justificativa. Até esta terça-feira (14), nenhuma resposta oficial sobre o questionamento foi dada pelo município. (Colaborou Aliny Mary Dias)

Consórcio Guaicurus tem mais 46 multas arquivadas; Agetran sonega informações
Mais notícias