Operação Piracema: Ao perceber fiscalização, pescador foge e PMA apreende 18 kg de pescado

Pena para pesca predatória é de um a três anos de detenção, além de multa administrativa que varia de R$ 700 a R$ 100 mil

Durante fiscalização preventiva nas águas do Rio Miranda, nesta terça-feira (15), equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) flagraram um homem pescando durante a piracema.

Ao perceber a presença dos policiais, o rapaz ancorou às margens do rio e fugiu na mata. A PMA realizou diligências na região, mas não encontrou o pescador. Na embarcação a equipe localizou diversos exemplares de pescados frescos da espécie Pacu.

Os policiais apreenderam um barco, motor de popa, dois remos de alumínio, um tanque de combustível e 18 kg de pescado, que além de terem sido capturados em período proibido, vários apresentavam tamanho diferente ao permitido por lei.

O material apreendido foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Miranda, que investigará a autoria do crime. A PMA tentará identificar o pescador através dos registros do motor de popa e identificação existente na embarcação.

Ele responderá por crime ambiental de pesca predatória, a pena varia entre um a três anos de detenção, além de multa administrativa entre R$ 700 a R$ 100 mil.

Operação Piracema: Ao perceber fiscalização, pescador foge e PMA apreende 18 kg de pescado
Mais notícias