Produtos vencidos e até com duas marcas levam fiscalização de volta às lojas de chineses no Centro

Procon-MS investiga suspeita de contrabando ou descaminho de produtos

Operação contra sonegação de impostos de produtos importados vendidos em lojas de chineses no centro de Campo Grande continua nesta terça-feira (29). Ontem, oito estabelecimentos foram vistoriados e a fiscalização encontrou várias irregularidades como cosméticos vencidos, produtos com duas marcas e itens com descrição somente em chinês. Além da suspeita de que diversos produtos sejam de contrabando ou descaminho.

Conforme o superintendente do , Marcelo Salomão, outras 7 lojas devem ser visitadas nesta terça-feira. “A operação vai fiscalizar 15 lojas no total”, informou.

Em todas as lojas vistoriadas ontem foram encontradas irregularidades. Na Mini Life, na Rua Dom Aquino, além da falta de alvará, vários produtos vencidos e lotes de mercadoria sem procedência comprovada. Esses itens ficaram apreendidos na loja e serão liberados para venda assim que os responsáveis apresentem os documentos de compra.

Nas lojas Multi Import – avenida Calógeras e Crystore – rua 14 de Julho – também foram encontrados produtos fora do prazo de validade como frascos de base líquida para esmalte, líquido para diluir , desodorante, esmaltes e batons.

Ainda na Crystore foram encontrados produtos com duas marcas, como bolsas com as marcas Arezzo e Schutz. “Vamos mandar essas mercadorias para e mandar para as fábricas que estão inscritas nas bolsas para identificar se esses produtos foram expedidos por eles”, pontuou Salomão.

Na Zhu Bijuterias e Presentes, por exemplo, boa parte dos produtos não apresentava informações obrigatórias ou estavam na língua chinesa. Vários produtos sem prazo de validade ou sem indicação de procedência foram apreendidos. “Os itens vencidos foram descartados”, informou o superintendente do Procon.

É o caso de 510 unidades de “folha de ouro” para decoração de unhas e 126 potes de outros produtos com a mesma finalidade. Nas mesmas condições estavam 257 unidades de esmaltes, 220 de gel colorido, 204 de gliter, além de acetonas, primer e outros.

Mais flagrantes de irregularidades foram verificados na Sakura Japan – rua 14 de Julho. Na loja, produtos vencidos foram apreendidos e descartados como pó fixador de , shampoos, condicionadores, mascaras de cílios, máscaras hidratantes. Vários outros cosméticos com informações somente em mandarim.

Produtos vencidos e até com duas marcas levam fiscalização de volta às lojas de chineses no Centro
Mais notícias