Ônibus da ‘Blitz Covid-19’ atende pacientes de comunidade indígena no Jardim Aeroporto

Para fazer teste rápido, paciente deve estar com sintomas há pelo menos uma semana

A ação do ônibus da ‘ Covid-19’ atende os pacientes de uma comunidade indígena no bairro Jardim Aeroporto, em Campo Grande, nesta quarta-feira (12). O atendimento será das 8h às 11h e a equipe vai atender os pacientes com orientações sobre o coronavírus, máscaras de proteção e testes rápidos.

Segundo informações da (Secretaria Municipal de Saúde), o ônibus estaciona na rua Itapeva, nº 925. A ação tem por objetivo levar orientações à população sobre as medidas de prevenção ao novo coronavírus, além de realizar a distribuição de máscaras de proteção. 

O ônibus possibilita que pacientes com sintomas sejam testados sem que precisem se deslocar para o outro lado da cidade. Na fila, os pacientes passam por uma pré-triagem para avaliar se precisam prosseguir com a testagem.

No local é possível realizar o teste rápido, porém é preciso estar dentro dos critérios pré-estabelecidos, entre eles ter sintomas da doença há pelo menos sete dias. A equipe da abordará as pessoas com orientações sobre prevenção e como o isolamento domiciliar deve ser feito.

A ação itinerante teve início no dia 20 de julho e percorre as sete regiões urbanas de Campo Grande e os distritos de Anhanduí e Rochedinho. Nesta segunda etapa da ação, iniciada na semana passada, o foco é o atendimento aos moradores das principais aldeias urbanas do Município, além de áreas de vulnerabilidade. Até o dia 10 de agosto foram 4.218 pessoas abordadas, 5 mil máscaras distribuídas e realizados 271 testes rápidos, sendo 39 positivos.

Ônibus da ‘Blitz Covid-19’ atende pacientes de comunidade indígena no Jardim Aeroporto
Mais notícias