Onda de calor continua no MS e feriado prolongado não tem previsão de chuva

Pancadas isoladas de chuva são esperadas à partir de terça-feira (13)

A onda de calor permanece no durante o feriado prolongado que vai de sábado (9) a segunda-feira (12). O Estado continua na lista de áreas que representam perigo médio e riscos à saúde, em alerta laranja, devido às altas temperaturas e baixa umidade relativa do ar – a variação desta, a propósito, está estimada entre 20% a 60% no MS ao longo do dia durante o feriadão.

Neste período, as temperaturas em poderão variar entre de 17°C a 41 °C. Vale ressaltar que o tempo seco traz riscos de problemas respiratórios, principalmente em crianças e idosos. É preciso tomar cuidados, já que o ar seco diminui a defesa nas mucosas nasais. É importante priorizar a hidratação do corpo e a umidificação de ambientes, para evitar a desidratação e a incidência maior de doenças respiratórias.

Campo Grande permanece ensolarada em grande parte do feriado com poucas nuvens, máximas de 36ºC e mínimas de 21ºC, segundo o Cemtec. A possibilidade de chuva para os três dias do feriado estendido é de apenas 4%. A previsão é de ventos fracos a moderados. só a partir de terça-feira 913), e em forma de tempestades isoladas, breves e intensas, semelhantes ‘as registradas na quarta e na quinta.

Água Clara, cidade de MS que foi considerada a cidade mais quente do Brasil no início da semana, terá máxima de 40ºC durante o feriado e temperatura mínima de 21ºC. Corumbá, Miranda e Aquidauana tem previsão calor com máxima de 41ºC durante o fim de semana. Sete Quedas, por outro lado, terá mínima de 17ºC e máxima de 31ºC.

Expectativa de chuva

O indicativo é que voltem as chuvas em parte do Centro-Oeste, mesmo que de forma isolada e a diminuição das temperaturas mais elevadas em toda a faixa central do Brasil. Para , a mudança no clima poderá ser sentida com maior percepção a partir da próxima terça-feira (13).

O corredor de umidade está estimado para ocorrer entre 13 e 15 de outubro beneficiando as regiões noroeste, norte e bolsão, onde as chuvas com maior volume estimado ficarão concentradas e diminuirão a sensação de calor.

Segundo o , espera-se nessas regiões acumulados em torno de 20 milímetros. As demais áreas poderão ter pancadas de chuvas isoladas e com baixos acumulados em torno de 2,5 milímetros.

Onda de calor continua no MS e feriado prolongado não tem previsão de chuva
Mais notícias