Obras no Guanandizão caminham para o fim à espera de reinauguração em grande estilo

Jogos da Liga das Nações e Seleção Brasileira de Vôlei tende a ser evento inaugural

As obras no ginásio poliesportivo Avelino dos Reis, mais conhecido como Guanandizão, seguem a passos largos para serem concluídas antes do previsto, que estava programado para maio deste ano. Porém, como as obras avançaram muito nos últimos meses, a previsão de entrega está sendo cogitada para meados de abril.

Há quem diga que as obras estejam 80% concluídas e nesta semana, foram finalizadas os reparos nas instalações elétricas. O único detalhe referente a parte elétrica é alguns detalhes a serem reparados, como passar a fiação no teto para que as lâmpadas de LED sejam instaladas.

Teto passou por reformas para seguir regras de utilização. (Foto: Vinicius Costa, Midiamax)

O teto, um dos pontos mais cruciais do ginásio e que foi reprovado por laudos da Polícia Militar, também foi reformado e está devidamente pronto.

O Jornal Midiamax esteve no ginásio nesta sexta-feira (17) para acompanhar como está o andamento do lado de dentro das obras e se deparou com tudo praticamente encaminhado para a sua reinauguração.

Parte interna

A quadra, principal atração do ginásio, está recebendo os pisos de tacos ao seu redor e sendo preparada uma nova camada para que ela fique totalmente emborrachada. A previsão é que até a próxima sexta-feira esteja concluída para os primeiros testes.

Outro detalhe que chamou a atenção são as novas cores da arquibancada de concreto, que passaram por tratamento e receberam as pinturas em amarelo e azul. Por outro lado, todas as cadeiras foram trocadas e mantiveram suas pinturas originais em amarelo, azul, verde e vermelho.

No vídeo abaixo, é possível ter uma visão panorâmica de como se encontra a obra dentro do ginásio, além das lanchonetes que foram mantidas e também passaram por reformas. Confira:

Parte externa

A reportagem pôde perceber que a pista de caminhada no lado de fora, ao lado da academia ao ar livre, está bastante encaminhada para que fique apta para as pessoas que moram próximas ao ginásio.

O hall de entrada do Guanandizão também passou por pequenas transformações e estiveram tendo seus pisos trocados. Outro ponto que se destacou na visita foi os banheiros, onde a maioria está avançando para seu final e pelo menos dois já estão concluídos, faltando somente a limpeza.

Ainda na parte externa, as quadras de basquete e futsal receberão alambrados e ficarão cercados. Já o campo de futebol terá sua grama trocada por conta do paisagismo que será exercido naquele quadrilátero. A caixa de areia, usada para o vôlei de praia também receberá manutenções.

Reinauguração em grande estilo

A inauguração segue com a perspectiva de ser feita com os jogos da Liga das Nações, recebendo inclusive a Seleção Brasileira de Vôlei nos dias 19, 20 e 21 de junho, conforme afirmou o secretário da Funesp (Fundação Municipal de Esportes), Rodrigo Terra.

“A nossa ideia é que esteja pronta [obra] um mês antes [dos jogos]. Ele deve estar totalmente pronto no final de abril, início de maio e nós não vamos fazer nenhum grande evento antes, porque a nossa ideia de abertura é com a Liga das Nações”.

Terra ainda explicou que pretende utilizar o ginásio para outros esportes e que já recebeu alguns contatos para sediar lutas e ginásticas artísticas a nível nacional, por exemplo, mas ele ressalta que ainda é cedo para planejar.

“A gente já tem algumas solicitações de eventos lá, mas ainda nada oficial. Tem algumas perspectivas para o Guanandizão depois de inaugurado, mas acontece que o nosso foco é a Liga das Nações em junho. Acabar toda a obra, deixar tudo arrumado e pronto e inaugurar com este grande evento”.

O secretário da Funesp também argumentou que a partir da inauguração, o planejamento será para receber outros tipos de eventos e revelou ao Jornal Midiamax que alguns empresários já sondaram a hipótese de utilizar o espaço para eventos musicais.

“Obviamente que nós vamos também desenvolver nossas ações. Teremos oficinas de futsal, de futebol, nós vamos levar para lá também o nosso circuito de ginástica artística. Nós temos outras atividades e o Guanandizão não pode ficar somente para grandes eventos, tem que ser utilizado no nosso dia-a-dia e também para eventos. Essa a perspectiva que a gente imagina para o ginásio”.

Mais notícias