Cotidiano

Taxistas e motoristas de aplicativo também serão obrigados a usar máscara em Campo Grande

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) afirmou que publicará ainda nesta terça-feira (12) decreto municipal que determinará uso obrigatório de máscara de proteção por motoristas de aplicativos, taxistas, passageiros e servidores públicos. O prefeito pontuou que os motoristas poderão recusar pacientes que não estiverem usando a EPI (Equipamento de Proteção Individual)....

Guilherme Cavalcante Publicado em 12/05/2020, às 12h51 - Atualizado às 23h37

Foto: Reprodução | Facebook
Foto: Reprodução | Facebook - Foto: Reprodução | Facebook

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) afirmou que publicará ainda nesta terça-feira (12) decreto municipal que determinará uso obrigatório de máscara de proteção por motoristas de aplicativos, taxistas, passageiros e servidores públicos.

O prefeito pontuou que os motoristas poderão recusar pacientes que não estiverem usando a EPI (Equipamento de Proteção Individual). “Vamos pedir aos motoristas que essas pessoas [passageiros] só podem entrar com o uso das máscaras. É um ambiente onde entram vários seres humanos, fechado. Principalmente agora, nesse período de frio e chuva, é necessário [o uso], sim”, detalhou. Na última semana, ele havia destacado que iniciaria a fiscalização do uso nestes modais.

Durante transmissão ao vivo, Marquinhos também afirmou que a Prefeitura recebeu pelo menos 9 denúncias de passageiros traziam que motoristas de aplicativo e taxista não usavam máscaras. “Nos enviaram fotos e por isso a gente vai colocar em decreto o uso obrigatório de máscaras a partir de amanhã (quarta-feira) a todos os motoristas que desempenham a função de motoristas de aplicativo e taxistas”, comentou.

Sobre o uso obrigatório das máscaras de proteção ao sair de casa, por todos os munícipes, Marquinhos pontuou que só adotaria a medida mais rigorosa caso as confirmações da Covid-19 cresçam. “Enquanto os números estiverem ao nosso monitoramento e ao nosso equilíbrio, não iremos obrigar, mas recomendar” detalhou.

Vale lembrar que a Prefeitura chegou a publicar um decreto obrigando o uso, mas voltou atrás e transformou a medida em recomendação, sob a justificativa de que aguardava remessa dos equipamentos para distribuir à população carente que não teria condições de adquirir o item.

Marquinhos também destacou que o decreto que será publicado nesta terça-feira também obrigará que funcionários públicos utilizem as máscaras durante expediente em local de trabalho, conforme havia sido anunciado por ele em transmissão ao vivo no último sábado (9).

Jornal Midiamax