Cotidiano

Nova frente fria traz chuva e Inmet alerta para tempestade em MS nesta terça-feira

Estado. No período da manhã, segundo o Instituto, as temperaturas permanecem estáveis, mas devem diminuir no período da tarde. O dia será de muitas nuvens em todo o Estado. Para Campo Grande a previsão é de termômetros marcando entre 20°C e 27°C. O céu fica nublado e deve chover durante todo o dia. A umidade […]

Ana Paula Chuva Publicado em 12/05/2020, às 06h44 - Atualizado às 06h46

None

Estado.

No período da manhã, segundo o Instituto, as temperaturas permanecem estáveis, mas devem diminuir no período da tarde. O dia será de muitas nuvens em todo o Estado.

Para Campo Grande a previsão é de termômetros marcando entre 20°C e 27°C. O céu fica nublado e deve chover durante todo o dia. A umidade relativa do ar permanece baixa entre 35% e 65%.

No interior as trovoadas isoladas ocorrem nas regiões oeste, sudoeste e sul, mas chove em todo o Estado. O dia fica nublado e as temperaturas ficam entre 18°C e 33°C. A umidade relativa do ar varia de 35% a 90%.

Alerta de tempestade

O Inmet emitiu dois alertas de tempestade para Mato Grosso do Sul, um de perigo e outro de perigo potencial. A diferença ente os dois são os riscos que oferecem. Ambos são válidos até às 22h59 desta terça-feira.

Para o alerta de perigo potencial, o risco é moderado. A situação meteorológica pode se tornar perigosa e ele foi emitido para 51 municípios.  Já o alerta de perigo, tem a cor laranja, e representa um alto risco para a população e foi emitido para 34 cidades.

Para ambas as situações o instituto lembra que há risco de queda de árvores, alagamentos, corte de energia elétrica e estragos em plantações. Os ventos podem chegar aos 100km/h e pode chover 100 mm/dia.

As recomendações para a população são de que em caso de rajadas de vento, não se abriguem debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas. Não estacionar os veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Caso possível, é recomendado que desliguem os aparelhos elétricos e o quadro de energia.

Para maiores informações, entrar em contato com a Defesa Civil (telefone 199) e o Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Jornal Midiamax