Temporal surpreende campo-grandense nas ruas e guarda-chuva garante renda extra

Lojistas e ambulantes aproveitam desprevenidos para aumentar vendas

“Ninguém compra guarda-chuva no calor”. Com esse pensamento, muitos aproveitam para vender o equipamento aos desprevenidos no centro de Campo Grande. A tempestade na manhã desta segunda-feira (26) pegou muita gente de surpresa.

“Essa é a hora de vender. Ninguém vem comprar guarda-chuva quando está calor”, declara o gerente da loja Planeta, Pedro Magalhães, que já espalhou vários expositores pela loja com guarda-chuvas. São modelos que partem de R$ 10 e vão até R$ 30.

A chuva é vista como oportunidade para quem tem o espírito empreendedor. Até lojas de outros segmentos apostam no objeto para incrementar as vendas. É o caso da Bella Bijou, que vende acessórios de bijuteria. É só começar a fechar o tempo que os guarda-chuvas são expostos na frente da loja. Os modelos também custam a partir de R$ 10. “É a primeira coisa que fazemos quando começa a chover”, declarou Stefany Ramos, que trabalha como vendedora.

Conforme a funcionária, muitas vezes a empresa consegue vender todos os guarda-chuvas expostos. “De manhã, quando o movimento de pessoas no centro é menor, a gente vende metade do estoque. Mas, quando chove à tarde, chegamos a vender todos os expostos”, informa.

guarda-chuva
Lojas aproveitam para expor guarda-chuvas e vender a desprevenidos. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Oportunidade para uns, salvação para outros. Os itens expostos pela cidade são procurados por quem sai de casa desprevenido. É o caso de Rosimara Feitosa, 55 anos, que foi ao centro da cidade fazer uma doação para um projeto social e acabou sendo pega de surpresa.

A reportagem a encontrou se protegendo em frente a uma loja e ela declarou que o primeiro guarda-chuva que aparecer, vai comprar. “Fui pega de surpresa. Vou esperar passar a parte mais forte e terminar o que vim fazer, para não perder viagem”, declarou.

Temporal surpreende campo-grandense nas ruas e guarda-chuva garante renda extra
Mais notícias