Nas duas primeiras noites de carnaval, 85% dos atendidos por embriaguez são adolescentes

Pelo menos 40 pessoas foram atendidas na Esplanada Ferroviária

Nos dois primeiros dias do Carnaval de Rua, na Esplanada Rodoviária em Campo Grande, 40 pessoas foram atendidas pelo posto de saúde temporário. Segundo o levantamento da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), 85% dos socorridos foram crianças e adolescentes que apresentavam sinais clínicos de embriaguez.

De acordo com o coordenador de urgência da Sesau, Yama Higa, um menino de 12 anos foi atendido pelos profissionais da unidade temporária, com indícios de que havia ingerido bebidas alcoólicas. “Para esses casos nós temos uma parceria com a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Sociel) e Conselho Tutelar Municipal,  assim essas crianças só são liberadas com a assinatura dos pais”, explica.

Os atendimentos são realizados para as pessoas que são levadas para a unidade montada na Esplanada Ferroviária. Mas Yama lembra que durante as festas existem agentes da Cruz Vermelha que observam a multidão e podem encaminhar esses adolescentes para a unidade.

Na primeira noite, no sábado (22) foram realizados 18 antedimentos, e no domingo (23) foram 22 casos. Destes números,  houveram dois casos de eventos traumáticos, um esfaqueamentos e um com lesões por corte e escoriação. O coordenador da ação informou que “um foi transferido para santa casa e outro para uma UPA”.

Morena Folia, na Fernando Correa

Ao contrário do Carnaval de Rua da Esplanada Ferroviária, na avenida Fernando Correa os atendidos são majoritariamente adultos. Segundo o levantamento, foram 34 atendimentos nos dois primeiros dias de folia.

No Morena Folia também foram registrados, principalmente, casos de embriaguez e uso de drogas. Entretanto houve maior índice de eventos traumáticos, o número parcial ainda não foi levantado pela equipe da Sesau.

No sábado (22) foram atendidas 13 pessoas e no domingo (23), 23  foliões foram socorridos pela equipe médica. O último atendimento foi realizado às 03h45 da madrugada desta segunda-feira (24).

Mais notícias