Mulher e cunhado são socorridos com suspeita de coronavírus no Mario Covas

Familiares acionaram o socorro após as vítimas apresentarem sintomas do Covid-19

Uma mulher de 37 anos e o cunhado de 34 anos, acionaram o Corpo de Bombeiros na tarde desta quinta-feira (26), com suspeita do novo coronavírus (Covid-19), no bairro Mario Covas, em Campo Grande. Eles foram encaminhados para unidade de saúde.

Conforme o bombeiro Marcio Henrique, os familiares acionaram o socorro após as vítimas apresentares falta de ar, tosse seca e febre, sintomas comuns da doença. Eles foram encaminhados em estado estável e conversando com a equipe, para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Moreninhas.

Segundo a esposa do rapaz, que preferiu não se identificar, o marido tem histórico de tuberculose e pneumonia, chegou a ficar seis dias internado tratando a doença e se medicando, e agora, após 30 dias apresentou os sintomas de coronavírus.

O Corpo de Bombeiros implantou o serviço de teleatendimento para orientar a população sobre o coronavírus pelo número 3311-6262.

Prevenção é o caminhoMulher e cunhado são socorridos com suspeita de coronavírus no Mario Covas
A prevenção ao coronavírus é simples, e serve também para a maioria dos vírus que são transmissíveis por gotículas de saliva e por contato, como a influenza. O primeiro passo é higienizar as mãos regularmente com água e sabão.
Não é preciso fazer força. Basta esfregar gentilmente as mãos com sabonete ou sabão. Não esqueça a região entre os dedos e unhas, até a altura do pulso, por cerca de 20 segundos. Depois, seque bem com papel descartável. Se não houver água e sabonete, você pode usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
Também é recomendado higienizar as mãos com álcool em gel após tocar em superfícies compartilhadas, como corrimãos, maçanetas, barra de ônibus, dentre outros.
Outro hábito a ser incorporado na rotina é evitar, com as mãos sujas, toques no rosto e em áreas de mucosa, como olhos, nariz e boca. Ao espirrar e tossir, deve-se usar a parte interna do cotovelo para evitar a dispersão de micro-organismos no ambiente, e limpar o rosto com um lenço descartável, que deve ser colocado imediatamente no lixo.
As máscaras são indicadas a qualquer pessoa que manifeste sintomas gripais, como tosse, espirros e coriza, independente de ser ou não coronavírus, pois os itens ajudam a evitar a dispersão de gotículas de saliva. Porém, elas não têm eficácia de evitar a infecção.
Para prevenir infecções desse tipo, deve-se evitar aglomerações, espaços fechados e contato físico com pessoas com sintomas gripais. Também é recomendado não compartilhar objetos como canudos, talheres, bombas de tereré e chimarrão, piteiras e narguilés.
Por fim, a limpeza de ambientes e superfícies pode ser feita com facilidade usando-se produtos comuns de limpeza, como álcool 70%, água sanitária e desinfetantes em geral.
Mulher e cunhado são socorridos com suspeita de coronavírus no Mario Covas
Mais notícias