Mudanças em linhas de ônibus aumentaram demora e lotação, denunciam passageiros

Após pesquisas com passageiros, alterações foram feitas com objetivo de otimizar tempo

A mudança em linhas de ônibus entrou em vigor há apenas um dia, mas já está causando transtornos aos passageiros em Campo Grande. Se, por um lado a mudança trouxe agilidade em algumas linhas, em outras os passageiros reclamam de demora e superlotação.

Os moradores da região dos Los Angeles já começaram a sentir os impactos da mudança em linhas e itinerários de ônibus. A doméstica Yeza Castilho, de 20 anos, diz que os moradores da região têm tido dificuldade de pegar o ônibus até o Terminal Guaicurus, que fica tão lotado que não consegue pegar os passageiros que aguardam nos pontos do bairro.

Yeza conta o ônibus 116 (Los Angeles/Centro) é uma novidade que alegrou os moradores, mas que fica lotado antes de chegar ao Guaicurus. “O ônibus saiu da [avenida dos] Cafezais às 6 horas ainda vazio, mas quando chegou na rua Campo Nobre já estava lotado, não subia mais ninguém”.

De acordo com a passageira, o ônibus não conseguiu embarcar mais ninguém depois da rua Campo Nobre, sendo que o veículo ainda precisa passar por mais 11 pontos de ônibus até chegar ao Terminal Guaicurus. “Não dava para subir mais ninguém, o motorista cumpriu com a obrigação e cumpriu com a rota corretamente”.

Segundo a doméstica, antes da linha 116, ela utilizava o 108 (Los Angeles/Guaicurus) para chegar ao terminal. Entretanto, segundo a tabela de horários dos veículos, agora o 108 só passa no bairro à noite nos dias de semana.

“A minha opinião é que os ônibus que saem do bairro e vão para o centro, como o 116, são ótimos, só que está causando confusão por causa da lotação. Eu acho que deveriam colocar a linha 108 nos horários próximos ao do 116, principalmente entre as 5h30 e 7h30. Vamos precisar desse reforço para sair do bairro e chegar ao terminal, principalmente agora com o retorno às aulas”, opina.

Anita Vieira Santos, de 59 anos, é auxiliar de consultório odontológico e precisa atravessar a cidade para chegar ao trabalho. Ela mora no bairro Paulo Coelho e relata dificuldades após a mudança nos itinerários e diz que nesta quinta-feira (6) chegou a pegar quatro ônibus para voltar para casa.

“Antes eu pegava um ônibus até o terminal e depois pegava o BR-075 direto, que vinha até perto do meu trabalho. Agora, eu preciso parar no terminal Hercules Maymone e pegar mais um ônibus. A volta é ainda pior, o ônibus que vai até o Hercules demora demais”, lamenta. A passageira diz que agora gasta quase uma hora a mais no trajeto casa-trabalho e cogita pedir demissão.

Com o corte da 077 (Bandeirantes/Shopping Campo Grande) e 088 (Guaicurus/Shopping Campo Grande), passageiros também reclamam. Os veículos destas linhas deveriam ser incorporados em outras, o que não aconteceu na quinta-feira (6). Uma usuária entrou em contato com o Jornal Midiamax e diz que houve demora com a retirada da linha 077.

“Retiraram o 077, que desafogava o 070. Houve uma demora de mais de 20 minutos entre um ônibus e outro”, reclama. A leitora enviou uma imagem, que mostra o veículo lotado.

Sebastiana também é usuária da linha 070 e percebeu a piora no serviço. “Eles fizeram a mudança retirando o reforço, o 077, que ia do terminal Bandeirantes ao Shopping Campo Grande. Agora os passageiros passam sufoco com ônibus lotado, chegando atrasados no serviço”.

Em nota, a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) informou que deve acompanhar todo o processo de implantação das mudanças em linhas de ônibus com ajuda do corpo técnico. Nos primeiros dias, a fiscalização deve estar presente nos terminais nos três períodos do dia.

Mudança em itinerários

corte de três linhas e a mudança em 11 itinerários entra em vigor nesta quinta-feira (6) em Campo Grande. As alterações têm o objetivo de otimizar o tempo de viagem dos passageiros e aumentar a frequência de ônibus, mas muitos usuários ainda desconfiam do novo modelo. A mudança foi baseada em uma pesquisa de origem e destino, realizada com mais de 62 mil pessoas, entre novembro e dezembro do ano passado.

Confira quais linhas sofrem alterações:

  • 075 – GUAICURUS / TERM. GAL. OSÓRIO via TERM. HÉRCULES MAYMONE – passa a operar direto pela Rua Ceará, de segunda a sexta das 5h00 às 19h00, aos sábados das 5h00 às 14h00, não integrando no Term. Morenão;
  • 077 – Será incorporada pela linha 070;
  • 088 – Será incorporada pela linha 061;
  • 089 – GUAICURUS EXPRESSO – mantém itinerário com operação compartilhada com as novas linhas 114 e 116;
  • 105 – PAULO COELHO MACHADO – passa a operar em sentido único, de segunda a domingo, em tempo integral;
  • 106 – Será incorporada pela linha 117;
  • 107 – CENTRO OESTE / BÁLSAMO – incorporou a linha 113;
  • 108 – LOS ANGELES / GUAICURUS – passa a operar de segunda a sexta após as 19h00, sábados após as 14h00, domingos e feriados em tempo integral;
  • 109 – VESPASIANO MARTINS / UIRAPURU – opera de segunda a domingo em sentido único em tempo integral;
  • 113 – Será incorporada pela linha 107;
  • 114 – PAULO COELHO MACHADO / CENTRO via TERM. GUAICURUS – vai operar de segunda a sexta das 5h00 às 19h00, aos sábados das 5h00 às 14h00, e a partir do Term. Guaicurus tem o mesmo itinerário EXPRESSO da linha 089;
  • 116 – LOS ANGELES / CENTRO via TERM. GUAICURUS – vai operar de segunda a sexta das 5h00 às 19h00, aos sábados das 5h00 às 14h00, e a partir do Term. Guaicurus tem o mesmo itinerário EXPRESSO da linha 089;
  • 117 – RAMEZ TEBET/ COHAB – incorporou a linha 106 e opera todos os dias em tempo integral;
  • 141 – PAULO COELHO MACHADO / TERM. GUAICURUS via RUA CATIGUÁ – vai operar de segunda à sexta após as 19h00, sábados após às 14h00, domingos e feriados em tempo integral;
  • 518 – VIVENDAS DO PARQUE / TERM. HÉRCULES MAYMONE – incorporou parte do itinerário da linha 075 todos os dias em tempo integral.
Mais notícias