MS teve queda de 34,4% no número de mortes por coronavírus em comparação com setembro

Mesmo com menos mortes, taxa de letalidade ‘estacionou’ em 1,9%

passa por uma queda na curva de transmissão do coronavírus, com menos mortes registradas e com a taxa de transmissão abaixo de 1. Em comparação com o mesmo período do mês passado, houve uma redução em 34,4% no número de óbitos. Porém, mesmo com os dados positivos para a pandemia no estado, MS continua ‘estacionado’ na taxa de letalidade. Nesta quarta-feira (28), o Estado deve completar um mês com a taxa de letalidade em 1,9%.

Dados dos boletins epidemiológicos mostram que há uma queda no número de mortes por coronavírus no estado. Nos 27 dias do mês de outubro, MS registrou 263 mortes por , enquanto no mesmo período do mês de setembro foram registradas 401 mortes.

Como o número de óbitos varia muito a depender do dia, uma boa forma de analisar a pandemia em MS é através da média móvel, que indica a média de óbitos registrados nos últimos 7 dias. Nesta terça-feira (27), a média móvel é de 7,7 mortes por dia e de 370,7 novos casos diários em . Há uma semana, a média móvel era de 409,6 casos e 9 óbitos por dia em MS. Há duas semanas, o número era de 361,4 novos casos e 10,4 mortes diárias. Dados ainda mostram que há quatro semanas, no dia 29 de setembro, o Estado registrou média móvel de 572 casos e 14,6 óbitos por dia.

A média móvel é um cálculo que leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias em relação à média registrada duas semanas atrás. Assim, para saber se a tendência é de aumento, redução ou estabilização, é preciso analisar a variação das médias móveis num intervalo de 14 dias. 

MS teve queda de 34,4% no número de mortes por coronavírus em comparação com setembro

O gráfico do do Registro Civil mostra que MS tem uma curva em queda na pandemia de coronavírus. Campo Grande também apresenta uma redução no número de mortes nas últimas semanas.

É importante entender que a taxa de letalidade é um parâmetro usado para medir a gravidade do coronavírus. A taxa representa a porcentagem de pacientes infectados que morreram. Ou seja, a letalidade mede a chance de uma pessoa morrer em consequência da .

Mas se o número de mortes diminuiu, por que a taxa de letalidade continua a mesma? A explicação para o fato é que, enquanto o número de mortes diminui, o número de novos casos também está em queda, ou seja, os dados acompanham a tendência e por isso a taxa de letalidade em números próximos a 1,9%.

Por exemplo, nesta terça-feira (27), são 80.538 casos no total e 1.566 mortes em MS, ou seja, 1,94% dos infectados no estado morreram. Há duas semanas, os números da pandemia em MS eram de 75.076 infectados e 1.449 mortes, o que quer dizer que 1,93% dos pacientes contaminados morreram.

MS teve queda de 34,4% no número de mortes por coronavírus em comparação com setembro
Mais notícias