MS tem 7% e 10% de leitos clínicos e de UTI do SUS ocupados para tratar Covid

São 70 pessoas com Covid-19 internadas em hospitais do Estado

A Secretaria de Saúde de Mato Grosso do Sul divulgou, durante live sobre o boletim epidemiológico deste sábado (6), dados sobre a crescente ocupação de leitos públicos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de pacientes diagnosticados com Covid-19, o novo coronavírus.

Dos 670 leitos clínicos do SUS, 7% está em uso para tratamento de 47 pessoas, enquanto, das 229 de UTI, 23 estão ocupadas, o que representa 10% da capacidade.

Segundo a secretária-adjunta de Saúde de MS, Christinne Maymone, a ocupação é contabilizada levando em considerando hospitalizados com a confirmação da doença e os que ainda não tiveram o diagnóstico, mas já são casos suspeitos, pois procuraram unidades voltadas ao atendimento de coronavírus com sintomas, e o total de leitos públicos disponíveis.

Dos casos confirmados de Covid-19

Ainda de acordo com o governo, a macrorregião de Campo Grande tem hoje duas pessoas internadas em leitos clínicos e seis em UTI, ambos pelo SUS (Sistema Único de Saúde). São cinco internações clínicas e três de UTI em instituição de saúde privada.

Na região de Dourados, são 12 em leitos clínicos e três em Unidade de Terapia Intensiva públicos. São sete em ocupações de leito clínico e cinco em UTI privados. Já na macrorregião de Três Lagoas, não há intenções e, de outros estados, são duas pessoas internados em leitos particulares. Em Corumbá, uma internação em leito de UTI público.

MS tem 7% e 10% de leitos clínicos e de UTI do SUS ocupados para tratar Covid
Mais notícias