MS tem 321 leitos de UTI para pacientes com coronavírus e 744 vagas clínicas

Atualização do Mapa Hospitalar mostra aumento de 19,3% nos leitos de UTI

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) atualizou o Mapa Hospitalar de Leitos Clínicos e de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Plano de Contingência Estadual e conforme o quadro, são 321 leitos de UTI e 744 vagas clínicas para pacientes adultos com coronavírus.

O Mapa Hospitalar foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (11). O aumento acontece nas vagas clínicas e de UTI, se comparado com o último balanço divulgado em 20 de julho. Na data citada, os hospitais do Estado tinham 269 leitos de UTI e 710 vagas clínicas.

A Fundação Hospitalar Enfermeiro Pedro Francisco Soares em Aparecida do Taboado não tinha leitos de UTI e agora conta com 5. O Hospital Regional Dr. Estácio Muniz em Aquidauana tinha apenas duas vagas e subiu para 8. 

O aumento acontece também em Campo Grande, no  Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian, que antes não tinha leitos e agora são 10. Ainda na Capital, o Hospital Regional tinha 83 vagas em UTI em julho e agora são 91.

O Alfredo Abraão subiu de 10 para 18 leitos em UTI; Hospital Adventista Do Pênfigo abriu 6 leitos; Santa Casa de Corumbá ampliou de 12 para 17 vagas.

Em Dourados, o Hospital Universitário subiu de 14 para 18 leitos clínicos; o que antes tinha 20 leitos de UTI reduziu para 10. Já o Hospital Regional em Ponta Porã, ampliou os leitos de UTI de 10 para 20.

Vagas pediátricas

Os leitos pediátricos clínicos se mantiveram em 119, sendo 9 vagas em UTI para crianças com coronavírus.

MS tem 321 leitos de UTI para pacientes com coronavírus e 744 vagas clínicas
Mais notícias