MS receberá equipamento para se tornar ‘autossuficiente’ em testagem de coronavírus

Governo do Estado espera contar com aparelho em até 10 dias para deixar de enviar amostras para serem examinadas no RJ e em São Paulo

deverá receber, dentro de 10 dias, equipamentos que permitirão a realização de todos os testes para detecção do novo coronavírus (Covid-19) no próprio Estado, garantindo que, em até 3 dias, os resultados estejam nas mãos das autoridades.

Em na manhã deste sábado (1º), na qual foram confirmadas quase 26 mil infecções por Covid-19, com 389 mortes, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, disse ter ouvido de Airton Cascavel, assessor especial do que esteve na sexta-feira (31) em Campo Grande, a garantia de “vamos ter uma máquina supermoderna em torno de 10 dias, para que possamos ser autossuficientes em testes em ”.

Com o equipamento, a “maratona” que os testes têm de percorrer hoje –sendo enviados às segundas e quintas-feiras para Rio de Janeiro, passando nesta semana a serem encaminhados a São Paulo com aeronave do , para serem processados–, deixará de ocorrer. Os exames enviados para laboratórios são do tipo RT-PCR, de biologia molecular, mais precisos para identificação do vírus ou da presença de anticorpos.

Espera-se, após a chegada do equipamento, haver capacidade para se dar os resultados em até 3 dias “para que os municípios possam fazer o monitoramento dos casos positivos e rastrear os contatos. Com esse instrumento, certamente farão o dever de casa”, disse o secretário. Hoje, além dos testes feitos fora do Estado, o Laboratório Central em Campo Grande também realiza o processamento dos exames.

Geraldo considera que, com os dados em mãos, os municípios poderão agir mais rapidamente para conter possíveis casos, evitando o surgimento de novos surtos.

MS receberá equipamento para se tornar ‘autossuficiente’ em testagem de coronavírus
Mais notícias