MS recebe 6 mil testes rápidos para detecção de coronavírus em pessoal da Saúde e Segurança

Materiais serão concentrados em servidores deslocados para a linha de frente de combate à doença e serviços essenciais

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) anunciou ter recebido nesta sexta-feira (3) 6 mil unidades de testes rápidos para diagnosticar o novo coronavírus, causador da Covid-19. Também foram encaminhados pelo Ministério da Saúde 3 mil testes de biologia molecular para o Lacen (Laboratório Central) continuar a análise de casos suspeitos.

Os testes, conforme a assessoria da pasta, serão usados em profissionais da área de Saúde que atuam nos postos e hospitais e em agentes de segurança (policiais, bombeiros e guardas civis) que apresentem sintomas da Covid-19. A concentração dos exames nessas pessoas é para que os profissionais que estão na linha de frente de atendimento à população, oferecendo os cuidados médicos e de segurança, recebam diagnóstico e tenham oportunidade de voltar de forma segura às suas atividades.

Os resultados dos testes saem em até 30 minutos. Eles são indicados apenas para serem feitos entre o 7º e 10º dia do início dos sintomas –como febre e tosse– e não são recomendados para a população em geral, porque não identificam o início da doença.

A SES informou que está adquirindo mais 10 mil testes rápidos, a serem destinados para as microrregiões do Estado, com prioridade nos hospitais que atendem a casos da Covid-19.

Os testes enviados ao Lacen, do tipo RT-PCR, visam a dar continuidade aos trabalhos de identificação de casos suspeitos de coronavírus. Neste caso, os trabalhos ficam prontos entre 24 e 72 horas após a chegada das amostras. A SES fez a compra de outros 25 mil testes de biologia molecular.

MS recebe 6 mil testes rápidos para detecção de coronavírus em pessoal da Saúde e Segurança
Mais notícias